Mozarildo pede voto de aplauso para batalhão militar que atua na Amazônia

PTB Notícias 8/08/2009, 22:13


A comemoração, no próximo dia 9 de agosto, dos 41 anos de instalação em Roraima do 6º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC) do Exército, responsável pela construção da rodovia BR-174, que ligou, definitivamente, o estado de Roraima ao restante do Brasil, foi lembrada pelo senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) na sessão desta sexta-feira (7).

Por esse motivo, Mozarildo, em conjunto com o senador Augusto Botelho (PT-RR), apresentou requerimento para que o Senado encaminhe um voto de aplauso à corporação, acentuando o papel integrador das obras implantadas por esses militares naquela parte da região Amazônica.

– Até o final dessa obra, que demorou sete anos para ficar pronta, nós vivíamos isolados em Roraima, ilhados do restante do país e também dos países com quem o estado faz fronteira – avaliou Mozarildo.

O senador elogiou a luta dos operários que participaram das obras da estrada e negou que indígenas tenham sido mortos pelos militares durante a empreitada.

– Apesar de algumas Organizações Não Governamentais (ONGs) alegarem isso, não é verdade que os militares que participaram da construção tenham matado algum índio.

Alguns operários da obra morreram, mas foi de malária, infecções ou até mesmo de febre amarela – asseverou o parlamentar, que cumprimentou, em especial, o comandante do 6º BEC, tenente-coronel Mário Brasil.

* Fonte: Agência Senado