Mozarildo propõe comissão para fiscalizar a situação dos Mais Médicos

PTB Notícias 7/09/2014, 21:17


O senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, registrou que a imprensa tem publicado várias notícias com críticas sobre a situação do programa Mais Médicos.

Para o senador, porém, é preciso que o Senado investigue e formule suas próprias conclusões.

Ele acrescentou que não basta criticar o programa, mas que o ideal é apontar possíveis soluções.

Mozarildo lembrou que já apresentou um requerimento na Comissão de Assuntos Sociais para a criação de uma comissão temporária para fiscalizar a situação do programa.

Ele disse que ainda não teve uma resposta, mas afirmou confiar que será positiva.

O senador informou que já enviou ofício para o Ministério da Saúde, para as secretarias estaduais de saúde e para os conselhos de medicina, pedindo informações sobre o andamento do programa Mais Médicos.

Mozarildo, que é médico de formação, fez questão de ressaltar que apresentou cinco emendas à medida provisória que tratava do programa e que todas foram aceitas pelo relator.

O senador reconheceu pontos positivos no Mais Médicos, mas apontou que o programa não pode ser encarado como a solução para todos os problemas de saúde do país.

(Mozarildo Cavalcanti) “Não é um programa duradouro, para permanecer para sempre e nem é de fato a solução definitiva para o problema da falta de saúde do país.

Que a gente, de fato, possa fazer esse papel fiscalizador, que é uma atribuição do Congresso Nacional”.

Agência Trabalhista de Notícias (EM), com Rádio Senado