Mozarildo quer regras mais claras para realização de pesquisas eleitorais

PTB Notícias 24/10/2012, 16:21


O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) lembrou que muitos eleitores indecisos ainda escolhem seus candidatos na última hora levando em conta os resultados das pesquisas eleitorais, para ter certeza de que votarão no que deve ser eleito.

Por isso, considera essencial que o Congresso e a Justiça Eleitoral estabeleçam regras mais claras e rígidas para acompanhar o trabalho dos institutos de pesquisa.

“Não sou favorável a que se proíba a pesquisa ou que se estabeleça prazo para esse ou aquele tipo, mas tem que haver uma transparência maior, uma clareza de quem faz a pesquisa, como a faz, quem está financiado a pesquisa e, de fato, acompanhar o pré, o durante e o pós-eleição com relação a esses institutos”, disse.

Mozarildo Cavalcanti foi ao plenário da Casa para defender essa e outras mudanças no processo eleitoral.

A expectativa é impedir a manipulação e outras práticas que ainda permitem o abuso econômico e o uso da máquina pública por candidatos mal intencionados.

A situação das pesquisas já é tema de um projeto em discussão no Senado.

A proposta passou pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática e está na Comissão de Constituição e Justiça, onde aguarda que seja designado um relator.

Um dos itens da matéria define que amostras da pesquisa a serem divulgadas precisarão ser aprovadas por dois terços dos candidatos que disputam a vaga.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações da Rádio Senado