Mozarildo reclama de demora na nomeação de ministros para TRE de RR

PTB Notícias 14/06/2011, 17:39


O senador Mozarildo Cavalcanti, do PTB de Roraima, reclamou, em pronunciamento nesta quarta-feira (14/06/2011), da demora na nomeação pela presidente Dilma Rousseff de dois ministros para o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Roraima.

Segundo o petebista, embora os cargos estivessem vagos desde março, somente nesta semana foram publicadas as nomeações de Stelio Dener de Souza Cruz e Jorge da Silva Fraxe para o tribunal.

A composição incompleta impediu votações no TRE, disse o senador petebista, e chegou a levantar suspeita de que “algo obscuro” estivesse ocorrendo.

Isso porque o governador do estado, José de Anchieta Júnior, foi cassado e se mantém no cargo até o julgamento do mérito graças a liminar do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Anchieta foi acusado de usar indevidamente veículos de comunicação oficiais durante a campanha eleitoral.

“Já havia no seio da sociedade de Roraima até suspeita de conivência entre o governo federal e o governo estadual para que não houvesse quorum e, portanto, o TRE não funcionasse.

Havia mil e uma especulações”, observou Mozarildo.

O parlamentar disse que percebeu que a situação não se restringia a seu estado, quando notou que também foram nomeados esta semana ministros para outros, como Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe e São Paulo.

Mozarildo Cavalcanti concluiu que, com a publicação das nomeações, a situação está normalizada e o TRE de Roraima poderá julgar os casos pendentes, inclusive o da cassação de Anchieta Júnior.

Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações da Agência Senado