Mozarildo se solidariza com médicos que trabalham em cidades do interior

PTB Notícias 6/08/2013, 16:44


Em pronunciamento no plenário nesta terça-feira (6/8/2013), o senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) destacou o Dia Nacional da Saúde, comemorado no dia 5 de agosto.

O senador, que é médico, parabenizou os profissionais de saúde e manifestou solidariedade aos médicos que trabalham em cidades do interior, que muitas vezes, segundo observou, não têm estrutura para realizar atendimento de qualidade.

Mozarildo voltou a criticar o governo por causa do programa Mais Médicos.

De acordo com o senador, o governo quer fazer a população acreditar que o problema da saúde no Brasil “é só a falta de médico”.

Para o parlamentar, isso não é verdade.

Ele disse que o médico que vai para o interior pode colocar em risco sua própria reputação ou a vida do paciente, por conta da falta de estrutura.

O senador voltou a cobrar do Executivo e do Congresso soluções para o problema da saúde no país.

Mozarildo citou matéria do jornal Folha de Boa Vista, mostrando que pacientes estão dormindo em cadeiras no Hospital Geral de Roraima, na capital do estado, em razão da falta de leitos.

De acordo com a notícia, os pacientes chegam a esperar cinco dias nos corredores até conseguirem a internação.

“Esse quadro infelizmente se repete no Brasil todo”, lamentou o senador.

Mozarildo informou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 1 médico para mil habitantes, no mínimo, enquanto o Brasil tem mais do que 2 para mil.

O senador também cobrou mais estrutura para postos de saúde e hospitais e solicitou uma previsão legal para um percentual mínimo de investimento no setor por parte do governo federal.

“Espero que o governo possa fazer uma reflexão e encontrar um caminho que faça jus aos profissionais da saúde”, afirmou.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações da Agência SenadoFoto: Waldemir Barreto/Agência Senado