MS: Riquelme pede explicação sobre atraso nas entregas de correspondências

PTB Notícias 24/06/2015, 7:59


O vereador de Amambai (MS), Daniel Riquelme (PTB), apresentou requerimento na Sessão Plenária da última segunda-feira, 22/06/15, endereçado ao Diretor dos Correios do Mato Grosso do Sul, Joao Edilson Oliveira da Rocha, para que o mesmo enviei a esta Casa de Leis, informações quanto ao atraso na entrega das correspondências em nosso município, motivo que vem causando transtornos aos munícipes.

O vereador cobra do Diretor da empresa, se existem providencias a serem tomadas, e se existem, por que ainda não foram, já que as reclamações são constantes e a população é a mais prejudicada, pois na maioria das vezes tratam-se de compromissos financeiros que chegam através de boletos e que muitas vezes já chegam atrasados.

Um dos problemas enfrentados pela comunidade e de conhecimento geral, é quanto a falta de carteiros para a entrega de correspondências, segundo informações não oficiais, Amambai dispõe atualmente de 3 carteiros, destes apenas 2 atuam na entrega de correspondências, o ideal para atender a cidade seria no mínimo 7.

A verdade é que os serviços públicos prestados por alguns órgãos do governo deixam muito a desejar, a empresa dos Correios esta classificada pelo site Reclame Aqui, como não recomendado, o site mede a qualidade dos serviços e produtos oferecidos por diversas empresas no país.

A questão é que o serviço de correspondências no Brasil é oferecido apenas pela estatal, então resta ao consumidor ter muita paciência.

Problema já foi levantado pelo MP em 2011A preocupação do vereador Daniel procede e a situação dista de ser resolvida, há cerca de 4 anos o então Promotor de Justiça, Etéocles Brito Mendonça Dias emitiu recomendação aos Correios para que normalizasse os serviços na cidade, sob o risco de a empresa ser alvo de ação civil pública, o promotor expediu a recomendação após constatar que as correspondências estavam sendo entregues com atraso ou simplesmente não chegavam aos seus destinatários.

Na oportunidade os correios justificaram que a dificuldade de entrega ocorria por conta da atualização de endereços e números do município, o promotor então solicitou que Correios e Prefeitura realizassem uma ação articulada para concluir a notificação individual de todos os proprietários ou possuidores de imóvel cadastrados que fizessem a regularização da numeração de suas residências.

Para o vereador Daniel é importante que enquanto não se resolva a questão, aos que se sentirem lesados com o atraso na entrega de correspondências que procurarem o PROCOM local, ou a ouvidoria da própria empresa.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do portal do PTB-MS Foto: Divulgação/Assessoria