MT: Dilemário Alencar cobra aprovação de PL assiste animais abandonados

PTB Notícias 3/12/2015, 8:07


Tramita na Câmara Municipal de Cuiabá (MT) proposta de projeto de lei de autoria do vereador Dilemário Alencar (PTB) que institui no âmbito do município o Programa Bem Estar Animal.

O parlamentar, ao defender sua iniciativa, cobrou dos vereadores membros da Comissão de Constituição e Justiça, celeridade na análise constitucional do projeto, que tramita na Casa de Leis desde outubro deste ano.

“É cada vez maior o número de pessoas que incorporam na rotina da sua família a criação de animais, como cachorros e gatos.

Porém, podemos observar que muitas famílias de baixo poder aquisitivo acabam não tendo condições de acesso a serviços e orientação para a boa criação do seu animal doméstico.

Pensando nisso, propus uma lei que visa levar, principalmente para os bairros periféricos, um programa social voltado para os nossos animais”, disse o vereador Dilemário.

O vereador disse também que a existência do programa se faz necessário pelo grande número de animais abandonados.

Estima-se que em Cuiabá existem mais de 11 mil animais abandonados, entre cães e gatos, que vagam pelas ruas, em situação de sofrimento.

Estes animais por estarem abandonados, podem transmitir doenças ao ser humano, através de mordeduras e na busca de alimentos, ao revirarem lixeiras espalhando sujeiras pelas ruas e calçadas.

“Nossa defesa é que exista um programa em nossa cidade que funcione de forma permanente, que promova um trabalho de conscientização junto à população sobre a guarda responsável para o bom trato com os animais e leve aos bairros e às entidades de apoio animal, serviços públicos de vacinação, vermifugação, registro e orientações sobre controle reprodutivo e de combate e prevenção à leishmaniose e outras zoonoses”, explicou Dilemário.

Pela proposta, as ações do Programa Bem Estar Animal, serão realizadas através de uma unidade móvel, equipada com mesa de cirurgia, aparelho de anestesia inalatória e balança para pesagem, entre outros equipamentos.

O programa contará com um médico veterinário, anestesista, assistente, motorista e equipe de educação.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Câmara Municipal de Cuiabá Foto: Divulgação/Assessoria