Múcio nega oposição de Dilma à indicação de Lobão

PTB Notícias 17/01/2008, 9:42


O ministro de Relações Institucionais, José Múcio (PTB/PE), afirmou nesta quarta-feira (16/01), após o anúncio de que o senador Edison Lobão (PMDB-MA) assumirá o Ministério de Minas e Energia, que em momento algum houve oposição da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, ao nome de Lobão.

“Em hipótese nenhuma, em momento nenhum.

A ministra Dilma tem responsabilidade com o país, com o governo.

É um governo de parceria.

Houve uma indicação do maior partido da nossa base e todos têm respeito pela trajetória política e habilidade do ministro Lobão”, disse.

Indagado pelos jornalistas se a ministra sai enfraquecida desse processo, já que o atual ministro interino, Nelson Hubner, não reassumirá a função de secretário-executivo, José Múcio afirmou que ela “sai fortalecida, porque participou da decisão e ajudou a montar um ministério que funciona bem”.

José Múcio disse ainda que o novo ministro poderá fazer as nomeações na pasta, mas lembrou que as decisões devem ser submetidas ao presidente da República: “Todos têm carta branca para as indicações, mas passam sempre pelo presidente da República.

“O ministro acrescentou, indagado se o ministério estaria de “portas fechadas” para outros nomes do PMDB: “Não há nenhum ministério que tenha esse perfil e tem funcionado bem assim, o governo é feito de uma coalizão.

Em função disso, tenho absoluta certeza de que as coisas serão combinadas – evidentemente que ele tem carta branca para escolher sua equipe”.

Para José Múcio, esse é um dia de “vitória para a base”.

E sobre nomeações para outras estatais do setor elétrico, ele disse que serão analisadas caso-a-caso.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da Agência Brasil)