Município de São Caetano é líder em escolaridade no Estado de São Paulo

PTB Notícias 15/03/2009, 21:55


Os investimentos da Prefeitura de São Caetano do Sul – administrada pelo petebista José Auricchio Júnior – na área da Educação seguem dando frutos para a população.

Nesta terça-feira (10/03), a Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) divulgou o Índice Paulista de Responsabilidade Social 2008, que aponta a cidade como líder em escolaridade entre todos os 645 municípios do Estado de São Paulo.

São Caetano liderou no quesito Educação nas cinco edições do estudo.

A Prefeitura de São Caetano investe em diversas ações e projetos variados na área da Educação.

Enquanto a Constituição Federal determina que 25% do orçamento dos municípios seja aplicado em Educação, em São Caetano este índice chega a cerca de 35%.

O Índice Paulista de Responsabilidade Social leva em conta, para o cálculo da escolaridade, os dados sobre moradores que concluíram o Ensino Fundamental, o Ensino Médio, os jovens com pelo menos quatro anos de estudo e o atendimento a crianças na Educação Infantil – São Caetano tem desempenho destacado em todas as variáveis.

São Caetano já foi homenageada em 2007 pelo Ministério da Educação, recebendo o Selo de Município Livre do Analfabetismo.

Entre mais de 5,5 mil cidades brasileiras, apenas 64 receberam a honraria, sendo São Caetano a única na região metropolitana de São Paulo.

Ações – Entre as ações da Prefeitura na área, destacam-se programas como Aprender São Caetano, que insere novas tecnologias no contexto pedagógico das escolas da cidade; o Graduar, que apenas em 2008 ofereceu cerca de 4 mil bolsas de estudos para o Ensino Superior; o Ensino Fundamental de 9 anos, implantado em 2006; as duas professoras por sala de aula no 1º ano do Ensino Fundamental; a municipalização de dez escolas estaduais de Ensino Fundamental em 2007; e a parceria com a Unesco para a capacitação de educadores.

São Caetano também se destaca pela rede complementar de educação, com oferta de cursos gratuitos de línguas estrangeiras (Inglês, Espanhol, Italiano, Alemão e Francês), informática e artes.

A Administração Municipal oferece ainda auxílio de até R$ 100 mensais para famílias de baixa renda com filhos em idade escolar, no Programa MAIS Renda para o Estudo.

Tudo para permitir aos jovens do município uma formação educacional condizente com os desafios do mundo atual.

Agência Trabalhista de Notícias