Nelson Bugalho quer zerar fila de espera na ultrassonografia de mama em Presidente Prudente

Agência Trabalhista de Notícias 11/09/2018, 10:22


Imagem Crédito: Divulgação

Para minimizar a angústia das pacientes que esperam por um diagnóstico mais preciso de suas condições de saúde, o governo de Presidente Prudente (SP) firmou contrato com o Hospital Regional do Câncer para a realização das 1,5 mil ultrassonografias, em um prazo máximo de três meses. A parceria foi firmada oficialmente na segunda-feira (10).

Por se tratar de um exame essencial para diagnosticar possível câncer de mama, a administração municipal decidiu contratar emergencialmente um serviço de imagem para zerar a fila de espera do município. A princípio, instituições particulares foram consultadas, mas em conversas com a direção do Hospital Regional do Câncer, chegou-se a uma cifra compatível com a realidade orçamentária da prefeitura. O investimento estimado será de R$ 33 mil, pouco mais de R$ 20 por exame, bem abaixo do valor de mercado.

“Queremos expressar nossa gratidão ao presidente [Antônio da Cunha Braga], por se solidarizar com a angústia dessas pacientes e assumir a responsabilidade, junto ao município, de zerar a fila por ultrassom de mama no menor tempo possível. Sem esse esforço da administração municipal, muitas dessas mulheres viveriam meses de agonia até serem chamadas para fazer o exame”, disse o prefeito Nelson Bugalho.

Além do prefeito Bugalho e do presidente da Fundação Hospital Regional do Câncer, Antônio da Cunha Braga, estiveram presentes no ato o secretário municipal de Saúde, Valmir Pinto, os vereadores Alba Lucena, Elza do Gás, Adão Batista, José Tabosa e Demerson Dias, servidores da Sesau e assessores do Executivo.

Com informações da Prefeitura de Presidente Prudente