Nilton Capixaba garante R$ 1 milhão para Hospital de Barretos em RO

PTB Notícias 10/11/2011, 7:20


A unidade de atendimento do Hospital de Câncer de Barretos, que está sendo construída ao lado do Hospital de Base em Porto Velho (RO), vai receber um reforço financeiro no valor de R$ 1 milhão.

O recurso extra orçamentário foi assegurado pelo deputado federal Nilton Capixaba (PTB-RO) e é fruto de uma emenda ao Orçamento da União 2012.

Na manhã desta quarta-feira, 09/11, o deputado recebeu em seu gabinete a visita do gestor do Hospital de Câncer, Henrique Prata, Boian Petrov (diretor administrativo) e Eduardo Vieira Petrov (diretor jurídico).

Ficou acordado na reunião que o dinheiro vai ser aplicado na aquisição de material de consumo que será utilizado pela unidade de saúde no tratamento de pacientes com câncer.

Henrique Prata explicou ao parlamentar rondoniense que não tem como dar prosseguimento à obra sem a parceria do Governo do Estado e Assembleia Legislativa, por meio do presidente deputado Valter Araújo (PTB).

“Milhões de recursos já foram investidos nesse projeto”.

Ele lamentou o fato de uma promotora de Justiça tentar inviabilizar essa importante obra.

“Muitas pessoas desconhecem a situação real do serviço de oncologia que é prestado no Hospital de Base.

Não serve para cuidar nem de animal, muito menos de pacientes com câncer.

Seria interessante que essa promotora fosse fazer uma visita no hospital para constatar essa deficiência in loco”.

Henrique Prata reconheceu que o Estado tem um gasto elevadíssimo com o TFD (Tratamento Fora do Domicílio) no transporte de pacientes de Rondônia para Barretos (SP).

Além de diminuir a demanda dos pacientes que viajam 2.

500km de Rondônia para tratar-se em Barretos, a intenção do projeto é melhorar a irregular qualidade do atendimento que o Hospital de Base de Porto Velho possui atualmente.

Segundo ele, devido a falta de estrutura adequada, 97% dos pacientes com câncer são encaminhados diretamente para o tratamento em Barretos, fazendo com que o Estado tenha despesas de R$ 18 milhões anuais para viabilizar essas transferências.

“Com essa unidade de saúde, que contará com a mesma tecnologia que é utilizada em Barretos, o Estado economizará milhões de recursos com passagens e hospedagens de pacientes.

Por outro lado, o tratamento na região ficará mais acessível às famílias que desejam acompanhar pacientes com câncer”, explicou.

Devido a sua excelência no tratamento oncológico em território nacional e sua capacidade de gestão vinculada ao Sistema Único de Saúde (SUS), o Hospital de Câncer de Barretos expandiu seus atendimentos para as cidades de Jales (SP), Juazeiro (BA) e está presente em 6 estados com suas unidades móveis de prevenção.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal O Nortão