Nilton Capixaba preocupado com obras de esgoto sanitário em Porto Velho

PTB Notícias 14/07/2012, 5:19


Deputados membros da Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara Federal estão em Rondônia.

Os deputados Nilton Capixaba (PTB-RO), Carlos Magno (PP-RO) e Vanderlei Siraque (PT-SP) estão fiscalizando obras do PAC no Estado acompanhados de técnicos do Tribunal de Contas da União (TCU) e da Câmara.

A obra de esgotamento sanitário em Porto Velho está paralisada há mais de dois anos.

Os investimentos superam os R$ 600 milhões, recursos que o município poderá perder, coso não se encontre uma solução para a continuidade da obra.

O embargo da obra em Porto Velho, segundo ex-secretário de Planejamento do Estado João Carlos Ribeiro, ocorreu apenas por conveniência de um técnico do Ministério das Cidades.

“Ele procurou de todas as formas impedir a obra, como está ocorrendo, mesmo com a nossa equipe atendendo a todas as suas determinações”, afirmou João Carlos.

O deputado Nilton Capixaba disse que Porto Velho, tem pouco mais de 2% de rede de esgoto (não tratado) e não pode abrir mão dos recursos federais do Ministério das Cidades.

“Temos que encontrar um meio legal e viável para que a capital não fique sem a obra.

Porto Velho não pode abrir mão de R$ 600 milhões para construir sua rede de esgotamento sanitário”, justificou Capixaba.

Também participaram da reunião na tarde de quinta-feira, 12/07, no auditório do Palácio Presidente Vargas, na capital o senador Ivo Cassol (PP-RO) e a deputada federal Marinha Raupp (PMDB-RO).

O secretário de Estado de Planejamento George Braga e representantes da Companhia de Águas e Esgoto de Rondônia (Caerd) e Caixa Econômica Federal também marcaram presença.

A comissão esteve na BR 429, que liga Alvorada do Oeste a Costa Marques checando pendências constatadas pelo TCU.

Alguns trechos estão com problemas e exige a participação dos deputados para a continuidade.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal Rondônia Dinâmica