No Amapá, Dr. Furlan promove evento com orientações médicas sobre câncer de próstata

Agência Trabalhista de Notícias 21/11/2016, 7:23


Imagem Crédito: Divulgação

Aconteceu no sábado (19), no Amapá Garden Shopping, em Macapá (AP), a ação social em alusão ao Novembro Azul, que visa combater o câncer de próstata. No evento, idealizado pelo deputado estadual Dr. Furlan (PTB), contavam palestra, orientações médicas e a entrega de exames aos 250 homens que participam da campanha. O evento é gratuito e está aberto para toda a população.

Médico, Dr. Furlan explica que a iniciativa busca conscientização da população sobre a doença e quebrar o preconceito sobre a realização do exame, o que pode ser determinante para a vida do homem. “Os homens, principalmente acima dos 45 anos, precisam buscar a prevenção ao câncer de próstata, o que mais mata pessoas do sexo masculino. Então eu e a Sociedade Brasileira de Urologia –Secção Amapá estamos à disposição no evento para tirar as dúvidas das pessoas.”

No período de 7 a 16 de novembro, os homens puderam fazer o exame de próstata gratuitamente no Laboratório Dr. Paulo Albuquerque, que apoiou a campanha.

Câncer de Próstata

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), os sintomas do câncer de próstata, na maioria das vezes, não são sentidos nos estágios iniciais da doença, sendo o tumor detectado apenas por meio de exames, como o do toque retal e PSA (antígeno específico da próstata). Há outros casos em que o homem pode apresentar dificuldade para urinar, jato da urina fraco, sensação de que a bexiga não esvaziou e aumento no número de micções. É importante ressaltar que esses sintomas não indicam a presença de um câncer, mas exige uma avaliação médica.

Uma vez diagnosticado o câncer de próstata, outros exames serão pedidos pelo médico a fim de verificar o tamanho do tumor, o estágio da doença, e se o câncer sofreu metástase, ou seja, atingiu outros órgãos do corpo. O tratamento do câncer de próstata irá depender do estágio em que se encontra a doença, idade do paciente e níveis do PSA.

Com informações da assessoria do deputado Dr. Furlan (PTB-AP)