Nos 74 anos do PTB, Roberto Jefferson e lideranças destacam legado e compromisso do partido com o Brasil

Felipe Menezes 15/05/2019, 17:49


Imagem Crédito: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Quinze de maio é uma data ímpar para o Partido Trabalhista Brasileiro, pois é quando a legenda celebra seu aniversário de criação. E a manhã desta quarta-feira (15), em sessão solene na Câmara dos Deputados, foi marcada por reverências ao legado de 74 anos de lutas e vitórias do PTB em benefício do trabalhador, do empreendedor e de milhões de brasileiros. O partido foi fundado pelo ex-presidente da República Getúlio Vargas em 15 de maio de 1945.

Requerida pelo líder do PTB na Câmara, Pedro Lucas Fernandes (MA), a homenagem foi realizada no Plenário Ulysses Guimarães e contou com a participação do presidente nacional do partido, Roberto Jefferson, dos atuais e ex-deputados federais, de deputados estaduais, de dirigentes, da presidente do PTB Mulher, Graciela Nienov, do presidente da Juventude do PTB, Pedrinho Chaves, e demais lideranças do PTB e de outras agremiações.

Após a exibição de um vídeo institucional sobre as bandeiras e as ações desenvolvidas pelo PTB nos últimos anos, o deputado Pedro Lucas Fernandes, que presidiu a sessão, leu a mensagem do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que destacou o compromisso do PTB com os trabalhadores e com o Brasil.

“O PTB nunca traiu os compromissos com os direitos e o bem-estar do trabalhador brasileiro, princípios que inspiram sua fundação. Poucas siglas no país podem exibir no seu histórico uma participação tão antiga e tão marcante na política nacional. O PTB não é apenas um patrimônio do trabalhador, ele é referência na nossa história partidária como atento defensor de todos os brasileiros. É uma agremiação que tem a longa folha de serviços prestados à nação, tanto no Legislativo quanto no Executivo”, afirmou Maia.

Legado

Ao agradecer ao líder e à bancada na Câmara pela realização da solenidade, o presidente Roberto Jefferson iniciou seu discurso ressaltando o trabalho de Getúlio Vargas e do PTB pelo desenvolvimento social e crescimento econômico da nação brasileira, criando obras que se perpetuam até os dias de hoje e que garantem o bem-estar de milhões de cidadãos. De acordo com ele, Getúlio e o PTB são os responsáveis pela “base estrutural daquilo que é o Brasil moderno de hoje encarna”.

“Além de sermos os responsáveis por construir o Brasil moderno que todos conhecemos, fizemos com que o cidadão brasileiro, em especial o trabalhador, tivesse voz e vez, adquirindo direitos até então impensáveis de existir nessa nação em tempos anteriores e inserindo-o na vida do país, nas esferas social, política e econômica”, acrescentou.

Geração de emprego e renda

Roberto Jefferson disse em seu pronunciamento que o foco do PTB “sempre foi e continua sendo” buscar e trabalhar por medidas que visem a geração de emprego e renda, e por medidas que façam com que homens e mulheres possam entrar no mercado de trabalho e garantir o sustento e a sobrevivência de suas famílias. Com esses objetivos, lembrou Jefferson, o PTB assumiu o Ministério do Trabalho, em maio de 2016.

“Naquele ano, podemos dizer que voltamos às origens, e com a missão de consolidar o compromisso do PTB com o trabalhador, buscando medidas que propiciassem geração de emprego e renda, já que, naquele ano, o Brasil passava por sua maior crise social e econômica. E não existe país rico com povo pobre”, declarou Roberto Jefferson, que ressaltou o papel do PTB na reforma trabalhista.

“Construímos uma proposta firmada na consolidação de direitos, na segurança jurídica e na geração de emprego. Levamos o Brasil rumo ao futuro, buscando garantir igualdade de condições para os brasileiros, a fim de que o trabalhador pudesse escolher, por meio dos acordos coletivos de trabalho, a forma mais proveitosa de desfrutar os seus direitos. O PTB não somente atualizou as relações de trabalho. O PTB atualizou o Brasil”, acrescentou o presidente.

Justiça social

Ao concluir seu discurso, Roberto Jefferson enfatizou que, passados 74 anos de história, o PTB continua sendo um partido reformista, à frente de seu tempo, e que permaneceu leal ao seu nome, ao seu legado e aos seus princípios. Disse ainda que se sente feliz por constatar o trabalho feito por todos os membros que integram as fileiras do partido para que esses “ideais se tornem reais e façamos que a imagem do Cruzeiro do Sul de nossa bandeira resplandeça e brilhe cada vez mais forte”.

“Quero conclamar nossos deputados, prefeitos, vereadores, dirigentes e os 1.191.067 filiados em prol de novas medidas, para que outras legislações sejam atualizadas e, assim, promovam ao setor empreendedor condições de gerar mais vagas de emprego e renda para os que trabalham no nosso Brasil. Justiça social, para nós do PTB, é dinheiro no bolso do trabalhador”, encerrou.

Mulher

Ao ressaltar o legado trabalhista e a liderança de figuras como Getúlio e Ivete Vagas e de Roberto Jefferson, a presidente nacional do PTB Mulher, Graciela Nienov, afirmou ter orgulho de pertencer às fileiras petebistas, já que “construímos o futuro respeitando o passado e a história”.

“Um partido que consegue respeitar a sua própria história, dando atenção e importância aos acontecimentos passados, mas mantendo um olhar atento à modernidade e à renovação, unificando tudo isso em um projeto de país, esse sim é um partido que pensa de verdade no povo brasileiro”, salientou.

“Sei que podemos não mudar o mundo, mas estamos sempre focados em transformar vidas. No PTB, respeitamos o próximo e entendemos a dor dos outros, não julgamos ninguém e trabalhamos para fortalecer nossa nação”, completou Graciela.

Na ocasião, a líder do movimento feminino da sigla aproveitou para agradecer o apoio das mulheres para o fortalecimento do PTB como agremiação partidária. Segundo ela, sem as mulheres, o PTB seria “somente mais uma sigla, mas com vocês, somos uma família”. E encerrou: “Ser petebista é saber que carregamos a responsabilidade de representar o melhor e maior partido que já existiu nesse país”.

Juventude

Em seu pronunciamento, o presidente nacional da Juventude do PTB, Pedrinho Chaves, salientou que, passados 74 anos, o PTB continua sendo um partido conectado com as demandas populares, sendo uma “ponte de diálogo” entre os que mais precisam com os governantes. Além disso, disse que, se o PTB fez história e chegou consolidado aos dias de hoje, é graças ao empenho de todos os dirigentes (municipais, estaduais e nacionais), parlamentares e demais lideranças.

“Um partido deste tamanho e com essa história é construído a muitas mãos. É preciso valorizar os dirigentes dessas estruturas partidárias, que se preocuparam em debater e participar ativamente na discussão de propostas que iniciaram nas instâncias internas do partido e que viraram decretos, leis, políticas públicas, programas de governo país afora e que certamente transformaram a vida de milhões de brasileiros há gerações”, enfatizou.

Pedrinho ressaltou também o trabalho feito pela Juventude do PTB ao longo dos anos e o protagonismo que ela desempenha dentro do partido. Na ocasião, ele anunciou que a JPTB está mapeando os municípios brasileiros a fim de construir candidaturas robustas e competitivas dos jovens petebistas para disputar as eleições municipais de 2020.

“Temos muito o que comemorar, mas muito mais a construir, para que o partido siga sendo a vanguarda da política brasileira, enxergando antes os desafios que se apresentam, protegendo os mais pobres sem cair no discurso fácil do populismo e da demagogia, proporcionando um futuro de mais igualdade social e distribuição de renda. Este é o papel reservado na história para o PTB. Este será sempre o motivo da existência e a inspiração da Juventude do PTB”, concluiu.

Confira abaixo a galeria de fotos da sessão solene realizada pela Câmara dos Deputados em homenagem aos 74 anos de fundação do PTB.