Obras marcam gestão de José Auricchio Júnior em São Caetano do Sul

PTB Notícias 4/05/2009, 10:33


O prefeito de São Caetano do Sul, José Auricchio Júnior (PTB/SP), fez um balanço positivo dos quatro primeiros meses de sua segunda gestão à frente do Executivo.

No atual mandato, o petebista entregou uma nova escola de ensino fundamental e uma reformada, uma praça, e um centro oftalmológico.

Mas mesmo sendo uma administração de continuidade, Auricchio observa que há algumas dificuldades decorrentes da crise financeira internacional, que também afetam o município, e algumas adaptações da reforma administrativa iniciada em janeiro.

O chefe do Executivo relata que algumas obras estão paradas na cidade por conta da recessão nos investimentos, mas há intenção de acelerar as entregas de novos equipamentos públicos nas próximas semanas.

Algumas das inaugurações que devem ocorrer ainda neste semestre são uma nova unidade de operação e manutenção do DAE (Departamento de Água e Esgoto), no Bairro Cerâmica, a implementação de emissão de nota fiscal eletrônica de serviços, os centros da terceira idade do Bairro Olímpico (novo) e do Bairro Santa Paula (revitalização), o término da estrutura para tratamento de 100% do esgoto produzido na cidade e a conclusão da reforma do prédio da Câmara, na Avenida Goiás.

“Estamos vencendo as dificuldades”, relata o prefeito, ao adicionar à lista de benfeitorias um guia farmacêutico municipal, para esclarecer à população quais os remédios distribuídos gratuitamente e os locais de entrega.

Auricchio observa que grandes mudanças estruturais no funcionamento da máquina estão por vir, mas o trabalho desenvolvido atualmente para formatar novos projetos não está aos olhos da população.

“Temos nos dedicado à criação de conselhos comunitários de Saúde e de nutrição nas escolas.

Também estamos formatando as escalas de responsabilidades nas secretarias (criadas na reforma administrativa) e em novas ferramentas como o Centro de Formação de Professores”, discorre.

O petebista destaca ainda como uma das grandes ações desse quadrimestre a concessão de 4.

000 bolsas de estudo, cujas entregas aos universitários foram iniciadas dia 28.

O início do levantamento detalhado sobre os portadores de necessidades especiais “nos primeiros dias de 2009”, promessa feita ainda no ano passado, após vencer a eleição, ainda não se concretizou.

“Pensamos em contratar um instituto especializado para fazer a pesquisa, mas não deu certo.

Agora, a Fundação Anne Sullivan (entidade municipal referência internacional nas áreas de surdez, surdocegueira, paralisia cerebral e autismo infantil) está empenhada no projeto”, explica.

Indagado se o acúmulo das funções de chefe de Executivo e presidente do Consórcio Intermunicipal do Grande ABC está atrapalhando o desenvolvimento das tarefas na administração municipal, Auricchio é taxativo.

“Não chega a comprometer.

“AgÊncia Trabalhista de Notícias (com informações do Diário do Grande ABC)