Olhar de Lara reteve projetos que contrariaram desejo popular em 2013

PTB Notícias 21/12/2013, 6:22


Durante a última sessão ordinária do ano, o Vereador Divaldo Lara (PTB-Bagé/RS) expôs uma relação de projetos de autoria do Poder Executivo que contrariam o desejo popular e que sob o olhar atento do PTB não foram aprovados durante o ano de 2013.

O edil ainda ressalta a parceria com o PP, firmada no cuidado e zelo pela legalidade e moralidade das matérias.

CONTRIBUIÇÃO DE MELHORIA PARA MORADORES DA ZONA LESTEO projeto, enviado pelo Executivo, visava cobrança de uma taxa mensal com variação entre 73 e 140 reais para os moradores da zona leste em decorrência das melhorias provindas do asfaltamento ainda a ser realizado.

O Vereador lembra que essa cobrança não se refere à obra do asfalto que já foi aprovada no final de 2011.

“A condição financeira dos moradores da região não comporta a cobrança de mais esta taxa, por isso trabalhamos atentos para que não fosse aprovado.

Com base neste trabalho, o líder da bancada do governo chegou a suspender a tramitação do projeto”, diz o vereador, considerando uma vitória parcial da bancada de oposição, pois o projeto pode voltar à tramitação em 2014.

CRIAÇÃO DE NOVAS SECRETARIASA vontade do Executivo de criar novas secretarias também foi suprimida durante o ano de 2013 pelos vereadores do PTB que, com o forte trabalho de articulação, poupou 2 milhões aos cofres públicos.

Divaldo Lara mostra que o projeto, além de oneroso, mostrava inconsistências legais, visto que além de não haver previsão orçamentária para tal gasto, o município ainda extrapolaria o índice permitido na lei de responsabilidade fiscal.

ALIENAÇÃO DE IMÓVEISA alienação de imóveis apresentados pela Prefeitura também teve de esperar, pois durante reunião da Comissão de Finanças e Orçamento o Vereador Divaldo Lara percebeu, através das fotos enviadas pelo Executivo que haviam moradores habitando os imóveis, o que pôde ser constatado em visita in loco.

CONTRATAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE COMUNICAÇÃO PARA O GABINETE DO PREFEITODivaldo Lara lembra que a Prefeitura, que argumenta não dispor de verba para valorização dos funcionários públicos, enviou na previsão orçamentária para 2014, o custo de 2 milhões para gastos com propaganda do gabinete do Prefeito.

O projeto ficou em vistas com o Vereador Antenor Teixeira (PP).

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da assessoria do Vereador Divaldo Lara (PTB-Bagé/RS)