Operação da Prefeitura de Manaus apreende 10 mil itens pirateados

PTB Notícias 21/08/2009, 9:00


A operação realizada pela Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab), da Prefeitura de Manaus, na tarde de quarta-feira (19), nas ruas do centro da capital apreendeu 10.

800 itens piratas, entre CDs e DVDs que foram acrescentados aos outros 70 mil já armazenados na secretaria, resultantes de apreensões feitas em operações anteriores, realizadas desde junho deste ano.

O titular da Sempab, José Aparecido dos Santos, explicou que o reordenamento do centro da cidade – exigido pelo projeto de preparação da cidade para a Copa de 2014 – vai exigir a realização permanente desse tipo de operação.

Os vendedores ambulantes que estão sendo retirados não têm permissão para atuar como camelôs e, desde o início de junho passado foram notificados de que a administração municipal iria promover sua remoção para iniciar os trabalhos de recuperação do centro histórico, além de retomar o ordenamento legal da cidade – abandonado nas últimas administrações.

Esses vendedores, inclusive, já participaram de várias reuniões na Sempab para que não fossem prejudicados em sua atividade geradora de renda, e o caminho encontrado para ajudá-los foi a concessão de autorização e treinamento para que se tornem feirantes em seus próprios bairros.

Foram cadastrados 94 vendedores que, nesta semana, terminaram seu treinamento em higiene e manipulação de alimentos, empreendedorismo, implicações da aplicação da Lei Municipal 123/04 (que regulamenta o setor de feiras e mercados) e ainda higiene e manipulação dos alimentos, noções de relacionamento interpessoal, técnicas de negociação, qualidade no atendimento ao cliente e empreendedorismo, oferecidos pelo Sebrae-AM.

“Eles já estão aptos a trabalhar nas feiras.

A Sempab inclusive está apresentando os novos microempresários para fornecedores para que tenham acesso a produtos de qualidade para oferecer à população”, apontou a psicóloga da Sempab, Grizelda Leonardo Amorim da Silva, que coordena os cursos de treinamento.

Na manhã desta quinta-feira, a Sempab constatou que alguns dos vendedores retornaram para as ruas do entorno da Feira Manaus Moderna e do Mercado Adolpho Lisboa.

Nova ação de conscientização e retirada já está sendo organizada.

Sobre a tentativa de agressão sofrida por um dos fiscais da Sempab que foi ameaçado por um vendedor com um terçado – cujo flagrante foi registrado pelo jornal A Crítica – o departamento jurídico da secretaria está providenciando a identificação do agressor para então registrar uma notícia-crime contra ele.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Manaus