Otávio Trad quer criar programa Aprimorando Talentos nas escolas

Agência Trabalhista de Notícias 20/09/2019, 6:42


Imagem Crédito: Divulgação

A Câmara Municipal de Campo Grande (MS) aprovou na terça-feira (17) projeto de lei do vereador Otávio Trad (PTB) que autoriza o Poder Executivo a instituir o programa Aprimorando Talentos nas escolas municipais de Campo Grande. Aprovado por unanimidade, a matéria segue para sanção do prefeito Marquinhos Trad.

Conforme definição da Política Nacional de Educação Especial, são portadores de altas habilidades/superdotação, “os educandos que apresentam notável desempenho e elevada potencialidade em qualquer dos seguintes aspectos, isolados ou combinados, capacidade intelectual geral; aptidão acadêmica específica; pensamento criativo ou produtivo; capacidade de liderança; talento especial para artes e capacidade psicomotora”.

O objetivo do programa é garantir o atendimento diferenciado aos alunos identificados com altas habilidades/superdotação que frequentam as instituições municipais de ensino.

A elaboração de programa de ensino específico para alunos com altas habilidades/superdotação tem como objetivo, de acordo com previsto no projeto, desenvolve políticas sociais; melhorar qualidade do ensino e estimular o pleno desenvolvimento cognitivo, emocional e comportamental dos alunos identificados com altas habilidades/superdotação.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), existem, atualmente, no Brasil, dez milhões de pessoas com altas habilidades/superdotação, porém, conforme censo escolar de 2016, apenas 19.600 alunos recebem atendimento adequado.

“Este projeto representa mais um passo em direção a novos patamares que estamos alçando na educação em Campo Grande. Hoje há um número expressivo de estudantes com altas habilidades/superdotação e precisamos oferecer ensino adequado para que eles possam desenvolver suas habilidades em sua plenitude. Outra questão importante é a participação da sociedade, neste projeto, por exemplo, contamos com apoio da professora Maria Helena Reis, que é especialista no assunto”, afirmou vereador.

Com informações da Câmara Municipal de Campo Grande