Paes Landim critica matéria da revista Istoé sobre ministro do STJ

PTB Notícias 7/05/2007, 8:25


O deputado Paes Landim (PTB-PI), em discurso no plenário da Câmara, criticou a revista Istoé por ter divulgado uma informação grave e equivocada a respeito do Ministro Pádua Ribeiro.

“A revista noticiou uma suposta gravação, como se ela fora recente.

No entanto, ela é de 2006, do ano passado.

O Tribunal tomou conhecimento dela, e o próprio Ministro Pádua Ribeiro imediatamente afastou dos seus quadros o seu servidor chamado Cícero de Souza, envolvido na gravação.

Pediu, ainda, ao Tribunal a abertura de inquérito administrativo, e à Procuradoria Geral da República, a abertura de inquérito judicial.

Ao mesmo tempo, encaminhou à Polícia Federal solicitação das providências cabíveis no caso”, explicou Paes Landim.

“A gravação transcrita pela revista não estava completa, porque no seu decorrer o próprio funcionário diz: Ortiz, ele não aceita isso.

Ele não vai se envolver nisso, referindo-se ao genro do Sr.

Ministro, o jovem Gabriel Portella.

Quem o conhece sabe que ele é um jovem e dinâmico advogado, arrebatado.

Pertence a uma família de ilustres juristas do País, como Dario de Almeida Magalhães e, além de apaixonado pelo Direito, é corajoso, intrépido, desafiador.

Ele tem orgulho de ser advogado e nunca precisou do sogro para nada — até porque, se pedisse ao Ministro Pádua Ribeiro algum favor, eu tenho certeza de que o tiro sairia pela culatra, porque o Ministro, exemplo de integridade, é realmente vocacionado para a magistratura”, afirmou o deputado.

Paes Landim lembrou que o próprio Superior Tribunal de Justiça tem sido rigorosíssimo na apuração da conduta de seu Ministros, tanto é que já afastou um e também está providenciando o afastamento de outro.

“Se o STJ tivesse se conscientizado de que os fatos efetivamente tinham alguma procedência no ano passado, pois não ocorreram agora, teria tomado providências cabíveis de natureza administrativas.

Espero que o jovem Gabriel Portella não se abata com notícia falsa dessa natureza e siga em frente, sendo um jovem dinâmico e brilhante advogado”, finalizou o parlamentar petebista.

Agência Trabalhista de Notícias