Paes Landim discorda de metodologia de censo populacional do IBGE no Piauí

PTB Notícias 25/08/2007, 11:29


O deputado federal Paes Landim, do PTB do Piauí, pediu ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a revisão do recenseamento das cidades de Teresina e Parnaíba.

Ele discorda da metodologia usada pelo instituto no recenseamento dessas cidades, consideradas como principais do Piauí.

Pelo recenseamento feito pelo IBGE, de acordo com o parlamentar, a população das duas cidades diminuiu.

“O prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, denuncia as irregularides da contagem da população pelo IBGE, que diminuiu a população da cidade, cada vez mais dinâmica e que cada vez mais recebe pessoas de todos os quadrantes do estado, pelas oportunidades de trabalho que enseja”, disse.

Landim informou que, atendendo ao apelo do prefeito Sílvio Mendes, o presidente do IBGE visitou recentemente Teresina e “ouviu de perto” as ponderações do prefeito sobre o recenseamento.

O IBGE indicou ainda, de acordo com o deputado, que a população de Parnaíba poderia chegar, no máximo, a 50 mil habitantes.

O representante petebista protestou contra os números do IBGE.

Ele observou que o encolhimento da população de Parnaíba provoca prejuízo à vida social da cidade, em razão de reduzir o repasse de recursos constitucionais.

“O IBGE nem sequer consultou a Prefeitura de Parnaíba, ou qualquer instituição da cidade, como o seu bispado, membro da Comissão Municipal de Recenseamento, a Comissão Censitária do Município, para a atualização da base cartográfica,” afirmou Landim.

Segundo o petebista, há relatos de que algumas áreas da zona rural não receberam a visita dos recenseadores.

“A Agespisa, que é a empresa piauiense de água e saneamento do estado (água e esgoto), e a Cepisa, que é a empresa federal da Eletrobrás de eletricidade do estado, demonstram o número de domicílios maior do que a pesquisa do IBGE”, contou.

“Isso é importante, sobretudo por tratar-se de empresa federal, como é o caso da Cepisa, que atesta que há mais domicílios do que aqueles captados pelo recenseamento do IBGE.

” Landim disse ainda que os agentes comunitários de saúde registram que o número de habitantes da Parnaíba chega a 120 mil.

“O mais significativo que nós sabemos é que os agentes comunitários de saúde, no Brasil inteiro, sobretudo no Nordeste, têm desempenho significativo e exemplar, em termos de vistoria das unidades residenciais dos municípios brasileiros e que, no caso, atendem a 80% da área do município da Parnaíba”, frisou o deputado do PTB piauiense.

fonte: Jornal da Câmara