Paes Landim elogia criação de consórcio de turismo no Delta do Parnaíba

PTB Notícias 17/04/2007, 8:08


O deputado federal Paes Landim, do PTB do Piauí, festejou a criação do primeiro consórcio interestadual para promover o turismo ecológico no Nordeste a partir do Delta do Parnaíba.

O consórcio reúne Piauí, Maranhão e Ceará, estados integrados pela região de influência da foz do rio Parnaíba, que compõe um dos pólos turísticos mais importantes do País.

O primeiro passo para a concretização do projeto se deu com a reunião dos secretários estaduais de turismo, planejamento, infra-estrutura e indústria e comércio do Piauí, Maranhão e Ceará, no último dia 13, no Rio Poty Hotel, em Teresina, relatou Landim.

A reunião precedeu a assinatura do Protocolo de Intenções pelos três governadores – Jackson Lago (MA), Wellington Dias (PI) e Cid Gomes (CE).

O documento foi assinado no dia seguinte na cidade de Luiz Correa, no litoral piauiense, portal de acesso ao Delta do Parnaíba.

Paes Landin destacou que o objetivo do protocolo é iniciar a estruturação do Consórcio Público Interestadual, com vistas à integração econômica e turística entre os três estados.

Segundo o deputado piauiense, além do grande potencial turístico, a região constitui um roteiro estratégico para o desenvolvimento regional.

O Delta do Parnaíba é um dos únicos do mundo em mar aberto.

Formado pelo rio Parnaíba (1.

485 km de extensão), o delta do Parnaíba abre-se em cinco braços, envolvendo mais de 70 ilhas fluviais.

Sua paisagem cheia de dunas, mangues e ilhas fluviais atribuem um cenário paradisíaco que fomenta o turismo dessa região do Piauí.

Agência regionalO consórcio foi idealizado segundo os princípios estabelecidos pela Lei 11107/05, que prevê a criação de uma agência mesorregional de desenvolvimento sustentável.

A agência será criada a partir da elaboração do plano de turismo para a região e atuará num período de 15 anos.

A assinatura do protocolo entre os três estados atende a uma exigência da nova lei.

Paes Landim explicou que o consórcio trata ainda do desenvolvimento integral e sustentável das microrregiões homogêneas dos Lençóis Maranhenses, litoral do Piauí e litoral de Camocim e Acaraú, que fazem parte de um roteiro turístico integrado, projeto que resultou de estudos prévios realizados conjuntamente pelas unidades do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Embras (Sebrae) nos estados envolvidos.

EntravesNa reunião, que também contou com a participação de 12 prefeitos dos municípios da região envolvidos nos consórcio (quatro por estado), foram discutidos os principais entraves ao desenvolvimento do turismo na região.

Landim destacou os problemas de infra-estrutura, como a situação de estradas que aproximam as cidades incluídas no roteiro e problemas no Aeroporto de Parnaíba.

Ele reclamou recursos para dar continuidade ao projeto de “construção e recuperação de estradas que ligam o Delta do Parnaíba aos Lençóis Maranhenses e esses dois roteiros ao litoral cearense”.

PACLandim reforçou a necessidade de inclusão de recursos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) para a construção do aeroporto internacional de Parnaíba, com uma área mínima de 400 m2.

Ele argumenta que todas as medidas para estimular no turismo na região serão fundamentais para a criação de emprego e renda na região.

Paes Landim reivindicou ainda melhorias na estrada que liga Teresina a Fortaleza e a liberação de recursos para recuperar a barragem do Genipapo, no município de São João do Piauí.

“Essa barragem é de suma importância para a economia local”, concluiu o deputado petebista.

fonte: Jornal da Câmara