Palestra PTB Mulher de São Paulo lota plenário da Assembleia Legislativa

PTB Notícias 7/04/2013, 22:14


Na manhã de sábado, 6 de abril, o PTB Mulher Paulista, presidido por Marlene Campos Machado (que é vice-presidente nacional do Movimento), deu início ao Ciclo de Palestras 2013, com uma explanação sobre as origens do Trabalhismo e do Partido Trabalhista Brasileiro.

O encontro também teve finalidade social, com a arrecadação de alimentos não perecíveis, destinados ao Instituto Social Donizete, localizado no Parque do Lago (Zona Sul da Capital), e que atende dezenas de crianças com idade entre 2 anos e 4 anos.

Proferida por Enio Rocha – Secretário de Comunicação da Executiva Estadual e Delegado junto ao TRE/SP, a palestra reuniu cerca de 200 lideranças femininas, que lotaram o Auditório Teotônio Vilela.

Entre elas, a secretária de Assistência Social de Taboão da Serra (ex-vereadora do PTB por 4 mandatos) Arlete Silva, sua filha, vereadora em 1o.

mandato em Taboão, Joyce Marques Silva, a vereadora Dalva Berto, de Valinhos, a vereadora Juliana Feliciano (PTB de Canitar, filha do prefeito Anibal), o vice-prefeito de Taboão da Serra, Laércio Lopes (acompanhado de sua esposa, Sra.

Wilma Lopes), o vereador e presidente do PTB Mongaguá, Silvio Itaoca, o Dr.

Rizzo, coordenador do PTB, e o ex-vereador Fazan, que compuseram a mesa dos trabalhos.

Abrindo o evento, a presidente Marlene, que lidera o maior movimento feminino da política nacional, fez questão de agradecer pela presença de todas as lideranças, presidentes e amigas do PTB Mulher, e anunciou que muitas novidades esperam a “nossa militância feminina neste ano, como a campanha de filiação, que terá uma abordagem própria das petebistas, com ênfase na participação ativa da mulher nos processos social e político.

“”Vamos também debater temas polêmicos, como a Lei Maria da Penha, o tráfico de mulheres e outras questões de relevância para o universo feminino.

“Já a vereadora Dalva Berto, ao se pronunciar, ressaltou a importância da participação das mulheres na vida política de sua cidade e destacou a trajetória de Marlene, como líder das Mulheres Petebistas, e a de seu marido, o líder do Trabalhismo Brasileiro, deputado Campos Machado.

Em seguida, a vereadora Joyce Marques falou de sua alegria em ter conhecido o PTB através de sua mãe, Arlete, do convívio com Marlene e Campos Machado, e de ter participado da Juventude Trabalhista, na adolescência.

O vereador Silvio Itaoca, ao discursar, agradeceu pelo convite e disse que em Mongaguá o PTB está muito bem organizado, e com forte participação feminina, “pois temos um grande líder, Campos Machado, e a certeza de que o PTB Mulher cresce diariamente, sob a condução da presidente Marlene.

Enio Rocha cita modelos filosóficos e fatos marcantes da história mundial que forjaram o autêntico Trabalhismo BrasileiroNo início de sua palestra, Enio apresentou dois vídeos: o primeiro, um institucional que mostra a trajetória de conquistas do PTB para os Trabalhadores Brasileiros, destaca as grandes lideranças do passado e do passado recente, mostra a ascensão de Campos Machado, que reconduziu o Partido aos seus tempos de grandeza e apresenta as iniciativas inéditas de Campos, como a criação dos Departamentos do PTB e da TV 14 e da Rádio 14, colocando a agremiação na vanguarda dos movimentos político-partidários (em breve, no canal da TV 14).

O segundo vídeo apresentado foi a primeira edição do programa Memória PTB, através do qual Enio Rocha conta como Getúlio Vargas criou o Partido e destaca passagens marcantes de seus dois governos (1930-45 e 1951-54).

Após a apresentação dos vídeos, Enio iniciou a palestra, apresentando conceitos de Comunismo, Socialismo, Capitalismo, além de explicar fenômenos sociais e econômicos, como a Revolução Industrial, as Encíclicas “Rerum Novarum” (1891) e “Quadragesimo Anno” (que lançaram as bases do solidarismo cristão, doutrina utilizada pelos trabalhistas para criar a base de proteção social dos trabalhadores).

Enio também explicou acerca dos origens do pensamento trabalhista na década de 20, a Revolução de 30, o PTB como maior Partido do Brasil e o que mais sofreu com a Ditadura 64/85, a reaglutinação dos petebistas, na década de 80 (em torno de Brizola e Ivette Vargas), a refundação, em 1981 (sob a liderança de Ivette), as eleições de 1982 e 1985 (nesta última, com a vitória de Jânio Quadros para a prefeitura de São Paulo), as disputas de comando em São Paulo, após a morte de Ivette, a participação decisiva do PTB na Constituinte 87 (sob a liderança do deputado federal Gastone Righi), e a ascensão de uma nova e definitiva liderança estadual e nacional (Campos Machado).

Ao final, Enio Rocha saudou todas as mulheres presentes, na pessoa da presidente Marlene Campos Machado, autoridades e lideranças, e, num lance que emocionou a plateia, encerrou sua participação lendo a “Carta-Testamento de Getúlio Vargas”.

“Tenham a certeza de que as sementes que Campos e Marlene lançam, incansavelmente, em nome do PTB, frutificarão, fazendo o nosso Partido, novamente, o maior do Brasil.

E, certamente, daqui a muitos anos, alguém estará aqui, também sob forte emoção, lendo uma carta semelhante, por eles escrita!”, concluiu Enio.

Foto (Victor Agostinho)Confira mais fotos: (http://www.

facebook.

com/media/set/?set=a.

413498125412471.

1073741841.

100002568610667&type=1) http://www.

facebook.

com/media/set/?set=a.

413498125412471.

1073741841.

100002568610667&type=1