Paraty Digital promete uma revolução para os próximos meses, diz prefeito

PTB Notícias 26/07/2007, 10:04


O prefeito da cidade de Paraty, o petebista Zezé Porto, firmou neste mês de julho um convênio com a empresa NextWave e com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, para implantação do projeto “Paraty Digital”.

Desde que foi implantado o projeto, a população de Paraty está tendo acesso a serviços de internet gratuita, cursos de informática, telefone virtual, entre outros.

Pelo convênio, foram instalados 12 computadores de última geração, em um espaço onde antes funcionava na cidade a EMATER, na subprefeitura da lha das Cobras.

De acordo com o prefeito Zezé Porto, outra ação que faz parte desse programa é a interligação, através do link da Proderj, de todos os órgãos púbicos de Paraty, criando uma verdadeira rede de serviços virtual.

Órgãos federais também se conectarão em breve a esta rede, sendo o primeiro o IPHAN.

Segundo Lácius Rocha, diretor de Processamento de Dados da Prefeitura, com essa iniciativa a administração municipal pretende migrar a rede de fibra ótica, que tem alto custo de manutenção, por soluções wireless.

A prefeitura ganhará em redução de custos e agilidade, completou.

O Proderj também instalou um quiosque para consulta turística no Centro de Infomações, mas ainda faltam informações sobre Paraty.

A NextWave, uma das principais operadoras dos estados Unidos e Europa, adotou Paraty para iniciar um projeto piloto de cidade digital para o Brasil.

Inicialmente através da tecnologia Wi-FI, quem possuir computador com placa de rede ou notebook e dispositivos portáteis com essa tecnologia poderá acessar em alguns pontos da cidade e navegar a 512 K gratuitamente.

Para isso, testes foram realizados na Rua do Comércio com um notebook.

Para conectar na rua do Comércio, basta escanear as redes sem fio e selecionar a opção ParatyGuest.

A partir da semana que vem, uma operadora vai se instalar em Paraty para ampliar a rede de serviços e explorar comercialmente a rede, depois de realizados os testes preliminares.

O pacote de serviços abrangerá dados, vídeo e voz e serão convergentes.

Através do celular, que também será o telefone fixo, o usuário poderá enviar e receber email, se filmar ou ver o que está acontecendo no outro lado da cidade através das câmaras instaladas.

“Uma verdadeira revolução tecnológica”, afirma o prefeito petebista Zezé Porto.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da Prefeitura de Paraty)