Partidos escolhem até quarta candidatos que disputarão as eleições no DF

PTB Notícias 5/04/2010, 7:15


De hoje, 05/04, até as 18h de quarta-feira, 07/04, o assunto que promete mobilizar a classe política do Distrito Federal e colocar sob alerta o meio jurídico são as eleições indiretas.

Esse é o prazo final para as inscrições das chapas para governador-tampão.

Os nomes devem ser indicados pelos partidos, mas as candidaturas estão sob o comando dos distritais, que serão os eleitores em 17 de abril, quando está marcado o pleito.

Há, pelo menos, 14 nomes citados (veja quadro) em conversas pelos deputados.

Apesar da variedade de perfis, é possível que a maioria deles não se confirme em chapas.

No PTB, pelo menos três nomes já se apresentaram para a disputa.

Amanhã à noite, o diretório discutirá o assunto.

“Vamos ver se teremos candidato próprio ou apoiaremos alguém”, considera o presidente do PTB-DF, senador Gim Argello.

Na JustiçaO Superior Tribunal de Justiça (STJ) não deve tomar nenhuma decisão sobre o pedido de revogação da prisão do ex-governador José Roberto Arruda (sem partido) sem antes conhecer o parecer do Ministério Público Federal (MPF) a respeito do pedido de liberdade.

Apesar de a Corte Especial do Tribunal se reunir nesta quarta-feira, a subprocuradora-geral da República Raquel Dodge já afirmou que pretende avaliar o conteúdo dos depoimentos ainda prestados à Polícia Federal (PF) antes de opinar sobre a possível liberação.

Os interrogatórios se encerram na terça-feira, mas o relatório final só será encaminhado ao STJ e ao Ministério Público Federal (MPF) na próxima quinta, o que inviabiliza qualquer manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) antes da reunião da Corte.

Possíveis concorrentes do PTB:Luiz Filipe Ribeiro CoelhoÉ advogado e já presidiu a OAB do Distrito Federal entre 1995 e 1997.

Durante a gestão de Estefânia Viveiros foi conselheiro federal da OAB.

João Estênio Campelo BezerraAdvogado, já foi conselheiro da OAB.

É ex-aluno da primeira turma de direito do UniCeub e irmão do ministro e ex-senador Valmir Campelo.

Wanderley Vallim da SilvaFoi o último governador do DF a ser nomeado pelo governo federal.

Ficou no cargo entre março de 1990 e janeiro de 1991, quando tomou posse o primeiro político eleito diretamente, Joaquim Roriz.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Correio Braziliense