Pastor Manoel Ferreira cobra que ANAC redirecione vôos de Congonhas

PTB Notícias 10/09/2007, 10:19


O deputado Pastor Manoel Ferreira, do PTB do Rio de Janeiro, afirmou em discurso no plenário da Câmara que a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) não tem conseguido reduzir os vôos em São Paulo.

“O Aeroporto Tom Jobim, no Rio de Janeiro, está entregue às traças, está se acabando.

Aquele aeroporto tem capacidade para operar com cerca de 25 milhões de passageiros por ano e está operando com apenas oito milhões de passageiros.

E o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, que tem capacidade para operar com 12 milhões está operando com aproximadamente 30 milhões de passageiros”, revelou o deputado petebista.

“Será que a ANAC está esperando acontecer uma nova tragédia para tomar providência? Se o ministro Nelson Jobim já determinou que a ANAC faça esse redirecionamento, por que a ANAC já não fez isso? Este é o sério e angustiante problema que está atravessando a aviação civil brasileira”, disse o parlamentar do PTB do Rio de Janeiro.

“Infelizmente, a cada dia assistimos ao descrédito da aviação.

O ministro Nelson Jobim não pode, de maneira alguma, deixar cair a peteca neste momento em que tem demonstrado competência e autoridade.

A ANAC precisa fazer imediatamente esse redirecionamento e procurar dar aos aeroportos que não estão operando um meio de fazê-lo.

Essas medidas, evidentemente, aliviarão o grande fluxo aéreo da cidade de São Paulo”, finalizou o Pastor Manoel Ferreira.

Agência Trabalhista de Notícias