Paulo Bengtson quer prioridade a diabéticos em exames que pedem jejum

PTB Notícias 19/05/2021, 10:45


Imagem

Para oferecer maior assistência a portadores de diabetes, o deputado Paulo Bengtson (PTB-PA) apresentou à Câmara dos Deputados projeto de lei que prioriza o atendimento do diabético em laboratórios públicos e privados, clínicas e postos de saúde durante a realização de exames que necessitem de jejum (PL 1519/21).

Na opinião do parlamentar, o acompanhamento prioritário aos portadores de diabetes mellitus evita complicações de saúde e agravamento do quadro clínico. Para esse público, ficar muito tempo sem se alimentar pode ocasionar quadro de hipoglicemia – baixa concentração da taxa de açúcar no sangue –, além de outros prejuízos à saúde, podendo chegar a óbito.

“Em média, o jejum é de doze horas e, ao não ingerir nenhum tipo de alimento, os níveis de insulina produzidos reduzem as moléculas de glicose e a taxa glicêmica fica baixa. Portanto, a demora no atendimento e o jejum prolongado ocasionarão danos ao corpo do diabético que poderá ter mal-estar, taquicardia, tonturas, desmaios, sudorese, e, em casos mais graves, vir a óbito”, explica Bengtson.

Prioridade

A proposta estabelece que o atendimento prioritário aos diabéticos deverá acontecer da mesma forma como já acontece com outros públicos prioritários, como idosos, gestantes e pessoas com deficiência.

Como comprovação, o paciente portador de diabetes que necessitar da prioridade do atendimento também precisará apresentar documento médico ou laudo que comprove a situação na qual se encontra.

Com informações da assessoria da Liderança do PTB na Câmara dos Deputados