Paulo Roberto da Iluminação acompanha visita no Residencial Dignidade

PTB Notícias 8/08/2015, 8:41


Moradores do Residencial Dignidade, na zona Sul de Teresina (PI), temem o desmoronamento do barranco onde fica a caixa d’água que abastece as residências do conjunto.

No final de julho, técnicos da Superintendência de Desenvolvimento Urbano da zona Sul, acompanhados pelo vereador Paulo Roberto da Iluminação (PTB), estiveram no local para avaliar a situação e verificar quais providências podem ser tomadas para solucionar o problema.

De acordo o parlamentar, a população pede que a Prefeitura construa um muro de contenção para impedir o desmoronamento do barranco, que já apresenta avançados sinais de erosão.

“Se essa estrutura desabar, além de destruir a caixa d’água, também vai atingir uma creche e a igreja do residencial.

Por isso, é urgente que esse muro de contenção seja erguido”, explica Paulo Roberto.

Além do vereador, o superintendente executivo e o gerente de serviços urbanos da SDU Sul também estiveram no local para vistoriar a estrutura geológica.

Os moradores do residencial aproveitaram a oportunidade para pedir o calçamento das ruas localizadas entre as quadras 19 e 21.

Residencial Justina RibeiroTambém acompanhado por técnicos da Prefeitura, o vereador Paulo Roberto fez uma visita ao Conjunto Residencial Justina Ribeiro.

Os moradores reivindicam a pavimentação asfáltica das ruas que correspondem às linhas de ônibus, bem como a implantação de iluminação pública no local.

“A Coordenadoria de Asfalto da Prefeitura está priorizando todas as ruas e avenidas por onde passa o transporte público, mas no Conjunto Justina Ribeiro algumas vias ainda não foram contempladas.

Como agora nós apresentamos a demanda pessoalmente aos gestores da SDU Sul, eu acredito que a pavimentação deve sair o mais breve possível”, afirma Paulo Roberto.

Durante a visita dos gestores públicos ao residencial, os moradores também solicitaram que seja realizada com maior frequência a limpeza da área verde, para evitar o acúmulo de lixo.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Câmara Municipal de TeresinaFoto: Divulgação/Assessoria