Paulo Roberto participa de lançamento do Programa Energia+ no Piauí

PTB Notícias 17/07/2015, 10:00


A Eletrobras Distribuição Piauí lançou nesta semana o Programa Energia+, destinado à regularização do fornecimento de energia para unidades consumidoras em todo o Estado.

O lançamento ocorreu no loteamento Vitória, zona Sudeste de Teresina, primeiro local que será atendido pelo projeto.

Na primeira etapa do projeto serão regularizadas 11 mil unidades consumidoras e aplicados R$ 25 milhões na regional metropolitana — que inclui Teresina e municípios adjacentes.

O projeto de regularização do Programa Energia+ é financiado pelo Banco Mundial, em parceria com a Eletrobras Piauí.

De acordo com a companhia, o total de recursos aplicados é da ordem de US$ 709,3 milhões, divididos entre seis distribuidoras da holding.

Segundo a Eletrobras Piauí, o objetivo do projeto é ampliar as redes elétricas de média e baixa tensão em todo o Estado, possibilitando a regularização de unidades consumidoras que atualmente utilizam energia por meio de ligações clandestinas, também conhecidas como gambiarras.

“Nosso objetivo é regularizar as unidades consumidoras que hoje possuem “gambiarras” no Estado”, destacou o presidente da Eletrobras Distribuição Piauí, Marcelino Machado.

Além de Marcelino, também participaram do lançamento do programa o governador Wellington Dias (PT), o representante do Banco Mundial, Christopher de Gouvello, o coordenador do programa, Ariovaldo Stelle, e o vereador Paulo Roberto da Iluminação (PTB).

“Só no loteamento Vitória serão investidos R$ 287 mil para beneficiar 203 famílias com obras de regularização de unidades consumidoras, eliminado, definitivamente, as ligações clandestinas.

Todos nós sabemos que as chamadas gambiarras representam um grande risco para a população.

Diversas pessoas já morreram eletrocutadas por conta desse problema, sem falar nos inúmeros equipamentos eletroeletrônicos que são queimados, gerando prejuízos incalculáveis para os consumidores”, ressaltou Paulo Roberto.

Quando foi coordenador da iluminação pública de Teresina, na gestão do ex-prefeito Elmano Férrer (PTB), Paulo Roberto priorizou os trabalhos da pasta no combate às gambiarras e na implantação de novos pontos de iluminação pela cidade.

Na segunda etapa do projeto, a Eletrobras Distribuição Piauí investirá mais de R$ 100 milhões para eliminar as ligações clandestinas de 53.

481 consumidores de todo o Estado.

De acordo com Marcelino Machado, após a eliminação de gambiarras, haverá a instalação de novas redes, ramais e medidores.

“Com a regularização, haverá benefícios tanto para as comunidades quanto para a empresa, porque aumentará a segurança da rede elétrica e a qualidade da energia, já que as ligações serão feitas dentro do padrão recomendável, com cabo protegido na média tensão, multiplexado na baixa tensão e blindado no ramal do consumidor”, explicou.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Câmara Municipal de TeresinaFoto: Divulgação