Pedro Fernandes (MA) incentiva gestores municipais à elaboração do PAR

PTB Notícias 8/05/2013, 14:50


Na abertura da Conferência Intermunicipal de Educação (Comae), em Carutapera, realizada na terça-feira (7/5/2013), o secretário de Educação do Maranhão, Pedro Fernandes (PTB), convocou os prefeitos e secretários municipais a concluírem rapidamente o Plano de Ações Articuladas (PAR), a fim de que todos os atores envolvidos com o sistema educacional sejam beneficiados com recursos do governo federal.

Nesta etapa das conferências, o secretário participou ainda dos encontros realizados nos municípios de Zé Doca e Governador Nunes Freire.

Ao conclamar os prefeitos e secretários municipais de educação, Pedro Fernandes explicou que a conclusão do PAR possibilitará a liberação de recursos para a educação maranhense junto ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (Fnde) para aplicação em obras do sistema e no desenvolvimento de programas educacionais.

Frisou ainda que neste sentido, com a conclusão do processo pelos municípios, o governo do estado poderá trabalhar junto à presidente Dilma Rousseff e ao ministro da Educação, Aloízio Mercadante, no sentido de liberar mais recursos para a educação maranhense.

Nesta rodada do Comae, promovida pela secretaria de Educação (Seduc), por meio da secretaria adjunta de Gestão Institucional (Sagi), em conjunto com o Fórum Estadual de Educação (FEE), Fernandes reafirmou que os eixos discutidos nas conferências integram o planejamento estratégico da Seduc.

O secretário explicou aos participantes do encontro que o planejamento foca na melhoria da qualidade de ensino e tem quatro objetivos que necessitam de diversas ações para serem concretizados.

Entre as quais, melhorar o nível de aprendizado no Maranhão, o que exige a formação continuada do professor, a melhoria estrutural das escolas e do transporte escolar; a universalização do ensino médio; institucionalizar o regime de colaboração entre União, estado e municípios; e combater o analfabetismo.

Pedro Fernandes detalhou o convênio firmado entre o governo do estado e o Movimento de Educação de Base (MEB), coordenado pela Igreja Católica, para combater o analfabetismo em 165 municípios.

Ele também reafirmou que, a partir de agosto, a Seduc vai implantar nos anexos de diversas escolas da rede estadual educação com mediação tecnológica para suprir a ausência de professores em várias disciplinas.

Segundo ele, esse é um projeto maranhense de vanguarda que se revelou êxito no Amazonas, Piauí e Bahia, e que agora será implementada no estado de origem.

O secretário-adjunto de Gestão Institucional da Seduc e presidente do Fórum Estadual de Educação, Fernando Silva, explicou que a etapa intermunicipal de Zé Doca, Governador Nunes Freire e Carutapera integra os preparativos da conferencia estadual, que será realizada em agosto, em São Luís e da programação da Convenção Nacional de Educação, prevista para fevereiro do próximo ano.

Para Fernando Silva, as conferências integram as ações e abrem o diálogo com a sociedade como parte da criação de um fórum permanente de debate democrático com os diversos segmentos sociais em busca da educação de excelência.

Agência Trabalhista de Notícias (NM), com informações da Secretaria de Educação do Maranhão