Pesquisa mostra que 87,9% aprovam transporte público de Santo André

PTB Notícias 27/10/2009, 8:52


Uma pesquisa de imagem e opinião sobre o transporte público de Santo André mostrou que a cidade, administrada pelo petebista Aidan Ravin, tem a melhor avaliação da região metropolitana de São Paulo.

Realizada com 1.

585 pessoas pela empresa Oficina Consultores Associados, a pesquisa também mostrou que a aprovação à conservação da frota e limpeza supera os 63% e que o índice de imagem (qualidade geral) foi de cerca de 60%.

O serviço oferecido pela administração atual foi considerado melhor do que há três anos, ocasião em que foi realizada pesquisa semelhante.

“Estamos empenhados e queremos fazer de Santo André uma cidade diferente.

O 1º lugar na avaliação da região metropolitana de São Paulo nos deixa muito orgulhosos”, destacou o Prefeito Aidan Ravin (PTB).

O cumprimento dos horários foi aprovado por 35% dos entrevistados.

Tal percentual eleva-se a 74,7% quando se adicionam as respostas de regular.

A situação dos pontos de parada apresentou uma avaliação positiva, apresentando 76% de aprovação.

A segurança nas viagens, direcionada não ao aspecto da segurança pública e sim ao aspecto de riscos de acidentes, foi o último a ser analisado, sendo aprovado por 74% dos entrevistados.

A idade média dos usuários do Transporte Coletivo é de 38 anos, com uma distribuição etária com maior concentração na faixa entre 25 e 29 anos, seguida pela faixa entre 20 e 24 anos.

O estudo foi contratado pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SOSP) da Prefeitura de Santo André, por meio da Santo André Transportes (SA-Trans), com o objetivo de fornecer dados que permitam conhecer as condições do serviço oferecido, sob o ponto de vista do usuário, de modo a planejar e formular projetos que atendam suas expectativas e desejos.

Os resultados da pesquisa mostram que quase metade da população considera o serviço bom (48,5%), enquanto 9% dos usuários o acham muito bom e 30,4% regular.

“Embora tenham sido detectados alguns problemas, o serviço de transporte coletivo de Santo André está em uma situação privilegiada”, afirma Alberto Rodrigues Casalinho, Superintendente da SA Trans e Secretário da SOSP.

Foram avaliados itens de prestação do serviço como tempo de espera, lotação, cumprimento de horários, conservação e limpeza de frota, tratamento dos motoristas e cobradores, pontos de parada, serviço aos finais de semana e segurança da viagem.

Os resultados apontam a desaprovação apenas de três atributos, sendo dois deles ligados à operação (tempo de espera e final de semana) e um à lotação.

Em 2006, 30% dos ônibus circulavam com excesso de passageiros.

Hoje, esse índice caiu para 16%.

FROTAA SA Trans, em parceria com as empresas prestadoras de serviço, já entregou 42 novos veículos com acessibilidade e mais de 230 novos abrigos em pontos de parada apenas em 2009.

No dia 1º de setembro deste ano a Empresa Pública de Transporte passou a operar sob o nome de SA- Trans.

Até esta data, a frota não seguia nenhum padrão.

Hoje as cores da cidade (azul, branco e amarelo) já estão identificadas na maioria dos 395 veículos.

As paradas de ônibus, pontes e viadutos também estão sendo pintados desta maneira.

Os pontos de táxis também começaram a receber atenção especial da SA-Trans.

Os abrigos localizados próximo ao Hospital da Mulher e na avenida Coronel Alfredo Fláquer já contemplam um novo modelo.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Diário do Grande ABC