Petebista Júlio Pinheiro apresenta PL para desafogar trânsito de Cuiabá

PTB Notícias 9/03/2013, 7:36


O sistema de rodízio de carros poderá ser implantado em Cuiabá (MT).

O vereador Júlio Pinheiro (PTB) apresentou na manhã de quinta-feira (07/03) um projeto de lei que visa à utilização desta medida para desafogar o trânsito da Capital.

Para o parlamentar, esta é a única forma de amenizar o caos no trânsito da cidade ocasionado pelas obras da Copa do Mundo de 2014.

A proposta deve ser incluída na pauta da próxima sessão, uma vez que ele solicitou que ela fosse votada em regime de urgência especial.

“O caos está instalado.

Com todas essas obras de mobilidade urbana, você não anda mais em Cuiabá.

Nos próximos dias vão interditar a Prainha e a 15 de Novembro.

E aí como é que nós vamos ficar?”, indagou.

De acordo com o petebista, a urgência em se aprovar o projeto é devido ao anúncio que o governador Silval Barbosa (PMDB) fez na última terça-feira (05).

O peemedebista decretou situação de emergência em Cuiabá e Várzea Grande, devido à situação da MT-407, mais conhecida como Rodovia dos Imigrantes, situada entre a avenida Fernando Correa da Costa e o Trevo do Lagarto.

A extensão do trecho a que se refere o decreto do governador tem 28 quilômetros.

“Fui pego de surpresa com esse decreto do governador.

Temos dois estágios, o de emergência e o de calamidade pública.

Fiquei preocupado porque o passo seguinte é a calamidade pública”, apontou.

Além disso, Pinheiro afirma que este projeto é um meio de mostrar que o Legislativo Cuiabano não está “omisso” quanto à realização do evento futebolístico e suas consequências.

“Até para não dizer que a Câmara foi omissa, que a Câmara não participou de nenhuma discussão.

Essa pode ser uma das contribuições que podemos dar”.

O parlamentar, entretanto, pode encontrar dificuldades em sancionar a lei caso seja aprovada, uma vez que o prefeito Mauro Mendes (PSB) já descartou implantar o rodízio em Cuiabá.

Para o chefe do Executivo Municipal, está é uma medida muito drástica que vai prejudicar a população.

No entanto, o socialista garante que irá estudar outras alternativas que possam minimizar os contratempos ocasionados pelo trânsito.

Novas interdições, por exemplo, serão criteriosamente analisadas antes de serem autorizadas.

Apesar disso, Pinheiro ainda sugere que os vereadores de Várzea Grande também adotem a mesma medida, uma vez que o trafego das duas cidades são compartilhados.

Ele garante que tem o apoio da maioria dos vereadores.

Desta forma, uma vez aprovado o projeto na Câmara, ele segue para a sanção do prefeito.

Caso ele vete, a mensagem retorna para o Legislativo.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal Diário de Cuiabá