Petebista Pedro Fernandes critica aumento concedido ao Judiciário

PTB Notícias 12/09/2009, 10:24


O Deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) comentou nesta semana, no Plenário, a votação do aumento concedido ao Judiciário.

Segundo ele, colocaram 3 parcelas, os Líderes partidários tiraram 1 parcela, e todo mundo ficou feliz.

“Companheiro Nelson Marquezelli, como vamos enfrentar os aposentados do País? Como vamos enfrentar os professores universitários, os médicos e engenheiros, que ganham uma miséria em troca de seu trabalho para o País? Com relação aos juízes, aprovamos a urgência muito rápido, sem parecer da Comissão.

Por que não colocam a matéria na Comissão para que seja discutida?”, argumentou Fernandes.

“O funcionário público e o aposentado sofrem, precisam vir para as galerias e fazer lobby.

Para o juiz, basta um telefonema.

Um promotor público no início de carreira vai ganhar muito mais do que um coronel do Exército no último nível.

Isso é um desrespeito à população brasileira.

Um promotor público ganha muito mais do que um médico-cirurgião”, protestou.

“Precisamos rever esse conceito de República.

Precisamos rever nossa democracia.

Este Parlamento tem de negar, sim.

Não concordo com o Deputado José Genoíno, quando diz que temos de ter respeito institucional.

Se a matéria vem para cá, deve ser submetida ao nosso parecer e à nossa votação.

Portanto, ela tem ser discutida nas Comissões.

Não é possível que o Judiciário faça esta Casa se curvar, não só com relação a salário, mas também quando legisla.

E nós nos curvamos sempre.

Precisamos perder esse medo.

Eu não tenho medo de perseguição política”, concluiu o Parlamentar petebista.

* Agencia Trabalhista de Notícias