Petebistas gaúchos reverenciam memória de Getúlio em cerimônia em POA

PTB Notícias 25/08/2014, 15:56


Os 60 anos da morte do ex-presidente da República Getúlio Vargas foram lembrados pelo PTB do Rio Grande do Sul no domingo (24/8/2014), no Centro Histórico de Porto Alegre, durante ato realizado no monumento da carta-testamento, localizado na Praça da Alfândega.

O evento reuniu lideranças e militantes do PTB e PT, partidos que integram a Coligação Unidade pelo Rio Grande.

Participaram do evento o presidente estadual do PTB, deputado federal Luiz Carlos Busato, o governador e candidato à reeleição, Tarso Genro (PT), e os candidatos à suplência de senador na chapa de Olívio Dutra (PT), os petebistas Carlinhos Vargas e Patrícia Beck.

A memória de Getúlio Vargas, seu legado e as conquistas obtidas por ele para os trabalhadores foram destacados nos pronunciamentos.

Um dos principais estadistas do país e líder do trabalhismo, Vargas criou o Partido Trabalhista Brasileiro e deu voz a suas principais doutrinas, que norteiam até hoje a atuação da sigla.

Com a leitura da carta-testamento, o secretário de Administração de Porto Alegre, o petebista Elói Guimarães, prestou sua homenagem, afirmando que Getúlio lançou as bases do desenvolvimento do Brasil.

Referiu que história de Vargas se confunde com a própria história brasileira.

Ao lembrar palavras cotidianas que o líder trabalhista usava para saudar os brasileiros, Patrícia Beck complementou dizendo que “assim como Getúlio gostava do contato direto com o povo, os trabalhistas gaúchos seguem nesse contato direto com o povo.

A autoridade é o povo”.

Já Carlinhos Vargas reverenciou o legado de Getúlio para os brasileiros, dizendo que a história do trabalhismo segue sendo construída diariamente por aqueles que honram e lutam por tudo aquilo que beneficia os trabalhadores.

“Ele fez uma grande revolução, sem derramar uma gota de sangue, a não ser o dele mesmo.

“Tarso Genro disse que se não fosse Getúlio, hoje não existiria a classe trabalhadora no Brasil.

“O Vargas da nossa memória construiu a ideia de Nação, ideia que ainda continua em disputa no país.

” Candidato à reeleição ao governo do Estado, pela coligação que o PTB gaúcho faz parte, Tarso usou o exemplo do trabalho de Busato à frente da secretaria estadual de Obras Públicas, Irrigação e Desenvolvimento Urbano para enaltecer a participação do partido em três pastas de seu governo.

“O secretário Busato junto ao secretário José Clóvis de Azevedo, da Educação, reconstruíram mais de mil escolas.

“Agência Trabalhista de Notícias (FM), com informações do PTB-RSFoto: Divulgação/PTB-RS