Petebistas informam que Agronegócio poderá ter pavilhão na Ceasa

PTB Notícias 21/05/2007, 13:36


O senador Sérgio Zambiasi vai buscar recursos junto ao Ministério da Agricultura para construir na Ceasa de Porto Alegre um pavilhão destinando somente ao agronegócio e à agroindústria familiar.

Após ser recebido pela direção da Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Sul, juntamente com o líder da bancada do PTB na Assembléia Legislativa gaúcha, o senador petebista visitou as instalações da empresa, conversou com produtores e comerciantes e atendeu ao apelo do presidente Elmar Schneider, de buscar recursos para ampliar os serviços prestados.

Conforme afirmou o Senador, a configuração societária da empresa pública, que tem a participação do governo do Estado e da Prefeitura da Capital, permite a busca de financiamentos junto ao governo federal.

De acordo com Zambiasi, a intenção da direção da Ceasa coincide com a do governo federal, que é de investir em redes populares de abastecimento.

O senador visitou o balcão da agroindústria familiar gaúcha, um projeto-piloto instalado no Pavilhão do Produtor e que pretende ser o embrião da nova unidade.

senador visitou o balcão da agroindústria familiar gaúcha, um projeto-piloto instalado no Pavilhão do Produtor e que pretende ser o embrião da nova unidade.

Além do presidente da Ceasa, acompanharam a visita os diretores Luiz Carlos Barella, Técnico, e Ernesto Ortiz, Administrativo e Financeiro.

O presidente da Associação dos Produtores da Ceas, Ailton Machado, e o presidente da Associação dos Usuários da Ceasa (comerciantes), Hermes Bittencourt, também estavam presentes.

O deputado Iradir Pietroski vai buscar entendimentos com a Secretaria da Agricultura do Estado para verificar também a possibilidade de apoiar a nova gestão da empresa.

O presidente da Ceasa, Elmar Schneider, disse que a empresa está fazendo a lição de casa determinada pela governadora Yeda Crusius: reduzir despesas e aumentar a receita.

Para isso, precisa ampliar o público atendido, tanto entre os consumidores como entre os produtores.

O potencial da agroindústria gaúcha foi vislumbrado como um novo nicho de negócios diretos entre produtores e consumidores.

Instalada numa área de 42 hectares próximo ao Aeroporto Salgado Filho, a Ceasa é responsável pelo abastecimento de hortifrutigranjeiros de mais de 200 municípios do Rio Grande do Sul.

Segundo o diretor técnico, Luiz Carlos Barella, as dependências da empresa concentram negócios que envolvem oito países, 15 Estados e mais de 200 municípios gaúchos.

O projeto que será finalizado e apresentado pelo senador gaúcho às autoridades federais prevê a construção de um pavilhão de cerca de 10 mil metros quadrados somente para o agronegócio.

“O potencial é enorme”, conta Barella, contando que somente no balcão – piloto concentram-se mais de 50 famílias de médios, pequenos e micro produtores rurais.

O Balcão oferece diversidade de vinhos, sucos, bebidas alcoólicas, queijos, linguiças, pães, cucas, doces, biscoitos, conservas, mel, erva-mate, geléias e chimias.

“Somente na manhã de hoje (segunda-feira, 21/5, data da visita) vendemos rapidamente 700 quilos de queijo colonial”, contou o coordenador do Balcão, Jocimar Rabaili, assessor da Fetag deslocado para o local, que tem o apoio também da Emater.

fonte: site do PTB – RS