Petebistas recebem lideranças da União Gaúcha em Defesa da Previdência

PTB Notícias 15/06/2011, 14:11


Representantes da União Gaúcha em Defesa da Previdência Pública e Social apresentaram nesta terça-feira, 14/06/2011, à bancada do PTB a posição da entidade contra as alterações no sistema previdenciário propostas pelo Executivo.

A reunião contou com participação de quatro dos seis deputados da sigla, além do presidente estadual do partido, o secretário estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social Luís Augusto Lara.

Aos trabalhistas, o presidente da União Gaúcha, João Ricardo dos Santos Costa, que também preside a Ajuris, reforçou o alerta para a inconstitucionalidade do projeto de lei que eleva a alíquota de contribuição previdenciária de parte dos servidores públicos.

“Desafiamos que nos mostrem uma decisão favorável.

Se isto for aprovado, o Judiciário sofrerá uma avalanche de processos que terá um alto custo para o Estado.

Já está na hora de aprendermos com a História.

Não será por falta de aviso”, afirmou o magistrado.

Já o vice-presidente da União Gaúcha, Paulo Olympio, destacou a gama de entidades de servidores estaduais representada no encontro.

“Somos diversas associações e sindicatos pensando da mesma forma.

É impossível que todas estejam erradas”, disse.

O líder da bancada do PTB, deputado Aloísio Classmann, fez questão de ressaltar que a sigla integra a base de sustentação do governo e que ainda não fechou posição sobre a proposta.

Já o secretário Lara disse que o partido deverá votar unido, mas que pode servir de canal de comunicação entre a União Gaúcha e o Executivo.

“Temos uma reunião agendada para esta semana com o governador.

Levaremos as considerações apresentadas aqui e continuamos abertos ao diálogo”, garantiu.

A Associação também esteve representada pelo vice de Patrimônio e Finanças, Pio Giovani Dresch.

Da bancada do PTB estiveram presentes, além de Classmann, o líder partidário Ronaldo Santini e os deputados Marcelo Moraes e Cassiá Carpes.

Agência Trabalhista de Notícias, (IS) com informações da Assembleial Legislativa do Rio Grande do sul