PI: JVC diz que governo tem canto da sereia e questiona legado de Filho

PTB Notícias 11/07/2014, 7:31


Em entrevista no Jornal do Piauí de quinta-feira (10/7/2014), o senador João Vicente Claudino (PTB) afirmou que quem está no governo do Estado tem o “canto da sereia” para as eleições de 2014, mas as lideranças ainda estão pagando para ver se promessas em troca de apoio político serão cumpridas.

“Nesse momento pré-eleitoral, para você conquistar determinados apoios, você tem que ter o canto da sereia.

O governo é quem tem o canto da sereia”, declarou o parlamentar, que apoia a chapa de oposição encabeçada pelo senador Wellington Dias (PT).

O candidato do governo é Antônio José de Moraes Souza Filho (PMDB), que disputa a reeleição.

JVC afirmou que é natural os partidos da situação conseguirem formar a maior coligação.

Porém, a confirmação desse apoio não seria garantida, pois quem ouve o “canto da sereia” pode se dar mal.

“E temos visto isso.

Às vezes, o canto não se concretiza lá na frente.

Essas promessas, até mesmo mirabolantes, não acontecem.

” Na mitologia grega, o canto das sereias seduzia os navegantes e levava os mesmos a naufragar suas embarcações.

Questionado sobre prefeitos do PTB que teriam aderido a Zé Filho, Claudino disse preferir acreditar nas lideranças.

“Tem muita gente aí que está pagando para ver, esperando que o milagre aconteça para ir efetivamente a campo”, declarou.

Na entrevista, os milagres seriam os entendimentos políticos.

JVC questionou se tais acordos firmam benefícios para o povo ou são apenas barganhas, benesses prometidas em troca de apoio.

Desistência de candidaturaJoão Vicente Claudino negou que tenha abdicado da candidatura ao Senado por medo de não se reeleger.

“Se fosse assim, eu não tinha disputado a eleição de governador em 2010”, declarou.

“Na política você não tem a certeza.

Você se dispõe a colocar seu pensamento.

E a vitória é uma consequência de vários fatores”, declarou.

Apesar de abdicar da vaga, JVC afirmou que continuará participando da política e apoiando a presidente Dilma Rousseff (PT).

O senador defendeu, inclusive, que seja formado um grupo para coordenar a campanha de Wellington Dias a governador.

Uma candidatura em outro pleito também não saiu dos planos.

“Eu não coloquei isso como objetivo, mas eu vou continuar militando na política”, confirmou o senador, que pretende cuidar da mais da sua família.

CampanhaJVC afirmou que o candidato Elmano Férrer (PTB) já aparecerá liderando a disputa para o Senado em Teresina nas próximas pesquisas.

“Ele tem um desafio de se tornar conhecido no interior.

Em Teresina ele se consolida cada vez mais”, afirmou.

“Teresina é uma caixa de ressonância importante para o Estado.

Aqui transitam pessoas de todos os municípios do Piauí.

“Mesmo apontando Wellington Dias em vantagem, João Vicente afirmou que o candidato “não pode ter salto alto”.

Sobre os adversários do petista, o senador afirmou que o desafio do ex-governador Francisco de Assis de Moraes Souza, o Mão Santa (PSC), é subir nas pesquisas, enquanto Zé Filho precisa atingir um terço dos votos, que seria o patamar aceitável para quem está no governo.

Questionado sobre obras que a gestão de Wellington Dias não teria feito no governo, JVC rebateu.

“E o Rodoanel, onde é que está? Onde é que estão essas obras? Viu-se muito foi reforma de estradas vicinais, que são até questionáveis em determinadas situações”, declarou.

Lembrando a realização da Copa do Mundo, JVC questionou: “Qual o legado desse governo?”.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do portal CidadeVerde.

com Foto: Raoni Barbosa/CidadeVerde.

com