PL do Vereador Flávio Rstom quer apoiar mulheres vítimas de aborto

PTB Notícias 12/03/2014, 7:57


A maternidade é um dos momentos mais importantes e felizes na vida de uma mulher.

A chegada de um filho é sinônimo de alegria e de transformação em uma família.

Porém, durante a gravidez podem ocorrer situações inesperadas, como o aborto espontâneo.

O sonho se transforma num momento difícil para o pai, familiares e, principalmente, para a mãe.

Algumas mulheres necessitam de apoio profissional para superar a perda.

Por isso, o vereador Flávio Rstom (PTB), de São Caetano do Sul (SP), apresentou projeto de lei para a implantação do serviço de apoio psicológico às mulheres que passarem por um aborto espontâneo ou óbito fetal, no âmbito hospitalar da Rede Municipal de Saúde.

Para o parlamentar, que é médico pediatra, muitas mulheres que sofrem abortos espontâneos conseguem ultrapassar a perda sem ter perturbações psicológicas associadas.

Mas, há casos em que a situação pode ser traumatizante, gerando depressão e ansiedade.

“A mulher deve contar com a ajuda de um profissional especializado, conhecedor do seu problema nas suas vertentes física e psicológica, que tenha disponibilidade, empatia, tempo e um espaço acolhedor para que ela possa superar esse momento tão delicado”, avalia Rstom.

* Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Jornal Imprensa ABC Foto: Divulgação