Poupatempo da Saúde de Santo André completa um ano com novidades

PTB Notícias 22/10/2011, 9:09


O Poupatempo da Saúde, uma das principais bandeiras do prefeito de Santo André (SP), Aidan Ravin (PTB), completa um ano de atividades no dia 25 com uma novidade: a recém- abertura do centro cirúrgico para procedimentos de baixa e média complexidades.

As 28 especialidades, sendo 23 médicas e cinco não médicas, começaram a funcionar em maio.

No mês passado, o complexo realizou 7.

554 atendimentos, ou média de 250 por dia.

A meta é fazer 7.

200 cirurgias por ano e 17 mil atendimentos por mês.

O centro cirúrgico conta com três salas, duas de observação com seis leitos cada e uma sala de observação rápida de oftalmologia.

O espaço é destinado a cirurgias como catarata, hérnia inguinal, varizes, dermatológicas e estéticas corretivas, entre outras.

A capacidade é de 15 a 16 intervenções por dia.

Os encaminhamentos para cirurgias são feitos dentro do próprio Ambulatório de Especialidades Médicas, após consulta e exame.

Para ser atendido no Poupatempo, é preciso encaminhamento de uma das 33 Unidades Básicas de Saúde da cidade.

A média de tempo entre o encaminhamento e a consulta no AME é de 15 a 30 dias.

Segundo o secretário Antonio de Giovanni Neto, que assumiu a Pasta no início deste mês, a implementação gradual das especialidades se deve a questões técnicas e estruturais.

”Era necessário adequar toda a estrutura, finalizar as licitações e instalação de equipamentos.

”Com todas as especialidades em operação, o número de atendimentos tem crescido mês a mês, conforme Neto.

Em julho, foram 4.

640 consultas, 6.

780 em agosto e 7.

554 em setembro.

”As especialidades de maior procura são otorrinolaringologia, vascular e dermatologia, além de oftalmologia, urologia e cardiovascular.

As seis especialidades respondem por metade dos atendimentos”, disse.

A instalação do ambulatório custou cerca de R$ 16 milhões.

SaúdeAlém do Poupatempo da Saúde, Neto destacou outros investimentos na área, como a construção do Centro Hospitalar da Vila Luzita, que contará com 60 leitos e investimento de R$ 3,5 milhões.

”Dessa forma poderemos desafogar o Centro Hospitalar Municipal e fazer com que ele passe a exercer seu verdadeiro papel: atender casos de média complexidade e traumatologia.

”A cidade deve ganhar em dezembro o Pronto Atendimento de Paranapiacaba e, até o fim do primeiro trimestre de 2012, as UBSs Jardim Santo André, Jardim Alzira Franco, Vila Sacadura Cabral, Jardim Sorocaba e Jardim Irene 2.

Também estão em obras três Unidades de Pronto Atendimento, erguidas no Jardim Santo André, Vila Sacadura Cabral e Centro, com investimento total de R$ 6,2 milhões.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações do Portal ACIAM