Prefeita Ione Sobral abre Reunião sobre políticas públicas para mulheres

PTB Notícias 12/11/2009, 8:15


Foi realizada nesta quarta-feira, 11/11, em Laranjeiras (SE), a Reunião ampliada da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres.

O objetivo do encontro foi mostrar à população o que é a coordenadoria e criar o Conselho Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (CMPM), que será implantado em todo o Brasil.

Em discurso, durante a abertura do evento, a prefeita de Laranjeiras, Ione Sobral (PTB) destacou que as mulheres precisam ser fortes, ter firmeza e coragem para superar todas as dificuldades enfrentadas.

“Hoje eu sou a primeira mulher a administrar o município de Laranjeiras e eu encontro diversas dificuldades, mas dia após dia, vou superando-as através do trabalho desenvolvido.

O meu lema é trabalhar e hoje estamos aqui para traçar metas em prol de todas as mulheres de Laranjeiras e de certa forma do Estado de Sergipe”, declarou Ione Sobral.

O propósito destes conselhos é planejar, organizar, implementar e monitorar os planos, projetos e ações que visam a promoção e defesa dos direitos das mulheres de forma ampliada.

“Além disso, pretendemos em parceria com a sociedade, órgãos públicos e privados realizar campanhas educativas, formular, coordenar e acompanhar políticas e diretrizes visando combater a discriminação”, disse a coordenadora municipal de políticas públicas para as mulheres, Ana Maria Sampaio Barreto.

De acordo com o decreto que autoriza a criação da Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres é dever dos gestores estimular, aprovar, desenvolver e publicizar estudos e diagnósticos sobre a situação econômica, social, educacional, política e cultural das mulheres.

“Através do desenvolvimento de todas estas ações é que poderemos atingir o nosso principal objetivo; combater a discriminação contra a mulher e construir uma igualdade de gêneros”, destacou Ana Maria.

Os Governos Federal e Estadual terão um papel importante na criação das coordenadorias e dos conselhos municipais de políticas públicas para as mulheres, já que são eles que vão assessorar todo o trabalho desenvolvido nos municípios.

“Além de assessorar as coordenadorias municipais, o Conselho Estadual de Políticas para as Mulheres tem a preocupação com o papel de capacitação dos gestores municipais, para que eles possam trabalhar melhor os planos de ação de cada cidade.

A nossa luta é por políticas afirmativas no conjunto de atividades voltadas para as mulheres”, afirmou a presidente do Conselho Estadual das Políticas Públicas voltadas para as mulheres, Neusa Malheiros.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações da Prefeitura de Laranjeiras