Prefeita Kelly Moraes defende edital do saneamento em Santa Cruz

PTB Notícias 10/02/2011, 3:13


Um dia antes da mobilização de entidades de classe contra o edital de concorrência para a prestação de serviços de abastecimento de água potável e esgotamento sanitário em Santa Cruz do Sul (RS), a prefeita Kelly Moraes (PTB) voltou a defender o processo licitatório na manhã desta quarta-feira, 09/02.

Apesar de dirigentes da Corsan (Companhia Riograndense de Saneamento) afirmarem que as restrições impostas ao grau de endividamento das concorrentes impedem que companhias públicas avancem na disputa, Kelly afirmou que só o edital garante a contratação de uma empresa séria.

“Concessão não é privatização”, disse em entrevista à Rádio Gazeta AM.

“Eu quero alguém que resolva de forma definitiva o problema da água”.

A prefeita argumentou que o documento foi elaborado a exemplo de outros municípios do Estado, como Uruguaiana e São Gabriel.

Segundo o procurador-geral Luciano Almeida, que acompanhou Kelly, as restrições de endividamento são legais e recomendadas pelo Tribunal de Contas da União para garantir a estrutura da empresa que prestará o serviço.

“O processo seleciona quem é sólido”, argumentou, acrescentando que a seleção vai transcorrer com regularidade.

Também presente, o deputado federal Sérgio Moraes (PTB) criticou as manifestações a favor da Corsan.

“Essa mobilização é surpresa para nós”, observou.

“Não podemos deixar que uma empresa falida assuma os serviços de saneamento em nossa cidade”.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Portal Gaz