Prefeito Alberto Bejani anuncia medidas e sanciona lei em Juiz de Fora

PTB Notícias 12/02/2008, 15:15


Em solenidade realizada na tarde desta segunda-feira (11/02), o prefeito de Juiz de Fora, Alberto Bejani (PTB/MG).

sancionou lei que institui o programa para o recolhimento e destinação de óleos vegetais e gorduras residuais de fritura e cozimento de alimentos em Juiz de Fora.

Bejani também anunciou duas novas medidas que irão beneficiar os artesãos.

Nos três anúncios, destacou o prefeito, as principais metas são a geração de emprego e renda e a inclusão social.

O projeto de resíduos de óleo e gordura inclui recolhimento, destinação e reutilização e impedirá o lançamento desses produtos em caixas de gordura, redes de esgoto ou de água pluvial.

A previsão é de que 30 mil litros de óleo sejam recolhidos por mês em Juiz de Fora.

Para o prefeito Alberto Bejani, a medida irá favorecer o meio ambiente e a qualidade de vida dos cidadãos juizforanos, com a cidade entrando para o seleto número de municípios que levam realmente a sério a questão ecológica.

Bejani ressaltou ainda a relevância econômica e social do projeto, uma vez que os resíduos também serão transformados em sabão no âmbito dos programas de inclusão social desenvolvidos pela Secretaria de Política Social e na fabricação do biodiesel.

Para os artesãos, o prefeito anunciou a desapropriação de um imóvel na Avenida Deusdedith Salgado, onde será instalado o Centro de Referência do Artesanato Local, a Casa do Artesão, e a alterações na legislação para a ocupação do segundo piso do Centro de Convivência do Espaço Mascarenhas.

Com esta mudança, os artesãos também poderão comercializar seus trabalhos no espaço.

Segundo o prefeito, além de valorizar a categoria, a abertura destes espaços permitirá a geração de mais empregos.

As duas novas medidas se somam à regulamentação da atividade de artesão no município, o que ocorreu no final do ano passado.

Segundo o secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Ricardo Francisco Monteiro, o imóvel que será desapropriado tem mais de mil metros quadrados.

Quanto a ocupação do espaço do 2º piso do Mascarenhas, Francisco explicou que em 30 dias a licitação já deverá ser lançada.

“Só temos a agradecer ao prefeito Alberto Bejani que se mostrou preocupado com a nossa categoria e atendeu aos nossos pedidos.

Com estas medidas, um dos principais problemas enfrentados pelos artesãos vai ser solucionado.

Teremos, a partir de agora, o local para a comercialização dos nossos produtos”, comemorou Marisa Esteves da Associação dos Artesãos do Parque Halfeld.

O presidente da Associação Comercial, Aloísio Vasconcelos, também agradeceu ao prefeito, comentando que as medidas incentivam ainda mais a classe empresarial da cidade.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da PJF)