Prefeito Auricchio busca selo de “Município Verde” para São Caetano

PTB Notícias 16/09/2009, 7:04


O prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB), tem mostrado interesse em conquistar o selo de “Município Verde”, concedido pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente.

Uma das ações foi apresentada na sessão desta terça-feira (15/09) na Câmara Municipal, quando os vereadores aprovaram em primeiro turno o projeto que prevê a implantação de um “Calendário Ambiental” no município.

A matéria do Executivo instaura na cidade datas como “Dia da Terra” e “Dia de Combate a Poluição”, a “Semana da Água” e a “Festa Anual da Árvore”.

Aproveitando o debate, Gilberto Costa (PP) questionou os valores destinados no Plano Plurianual à secretaria municipal.

“Vamos ter esse monte de dias para comemorar, mas o que será feito para resolver os problemas de meio ambiente na cidade? No orçamento previsto para os próximos quatro anos, o prefeito destinou R$10 milhões para a Pasta, que se divididos dará apenas R$2,5 milhões por ano”.

O líder do prefeito na Câmara, Paulo Bottura (PTB), justifica os questionamentos do progressista com o remanejamento de verbas realizado em São Caetano.

“Quando se definem R$10 milhões, não quer dizer que seja somente isso, porque esse valor pode ser alterado, já que a Secretaria de Obras e o DAE (Departamento de Água e Esgoto), por exemplo, também prestam serviço de meio ambiente”.

Reciclagem – O secretário do Meio Ambiente de São Caetano, Osvaldo Ceoldo, esteve no Legislativo nesta terça-feira para debater um programa para a reciclagem de óleo.

“Fizemos um levantamento na cidade em que foi possível perceber que de 140 edifícios do Município, apenas 13 fazem a coleta do óleo de cozinha e temos o conhecimento de apenas cinco empresas na cidade que também realizam esse trabalho.

Por isso a importância de debatermos esse assunto com a população”, explicou o secretário.

De acordo com Ceoldo, será marcada uma plenária de conscientização na segunda quinzena de outubro que reunirá representantes do poder publico, empresas que realizam a coleta e as que reciclam o óleo, e membros da sociedade civil para discutir e buscar soluções para o óleo na cidade.

O presidente da Casa, Gersio Sartori (PTB), irá propor ao prefeito um projeto de lei que defina um selo de reconhecimento aos estabelecimentos que pratiquem a reciclagem em São Caetano.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Portal ABCD Maior