Prefeito Chico Galindo ministra palestra na Unirondon, em Cuiabá

PTB Notícias 12/06/2010, 10:19


Com a presença de diretores da instituição, alunos, jornalistas e corretores de imóveis, o prefeito de Cuiabá, Chico Galindo (PTB), ministrou na última quinta-feira (10-06) à noite uma palestra (“O futuro imobiliário da Capital frente aos investimentos”) no auditório da Unirondon, na abertura do 1o.

Seminário do Mercado Imobiliário que o Conselho Regional de Corretores de Imóveis (Creci/MT) promove no Estado.

O evento contou com a participação do Sindicato da Habitação de Mato Grosso (Secovi/MT), Centro Universitário Unirondon e o Cetep (Centro Imobiliário Tecnológico), e é voltado à discussão do futuro imobiliário de Cuiabá, em função dos investimentos da Copa 2014, novas tendências de mercado, expansão construtiva e econômica no segmento e outros itens relacionados às breves transformações de infraestrutura na Capital.

Galindo elogiou a maciça participação de jovens no mercado imobiliário e o curso superior da área que a Unirondon m inistra (Negócios Imobiliários).

Também externou elogios à dedicação do presidente Rui Pinheiro pelo segmento.

“Ele dedicou praticamente sua vida inteira ao setor imobiliário, modernizando-o de forma dinâmica.

Isso facilita em muito o trabalho das pessoas nos dias atuais.

Rui está de parabéns pelo trabalho prestado não apenas a Cuiabá, mas a todo o território mato-grossense”.

O prefeito discorreu sobre metas da Municipalidade, projetos direcionados ao perímetro urbano da Capital, a nova legislação de Uso e Ocupação de Solo, Plano Diretor Estratégico de Cuiabá e Copa 2014.

Afirmou que as duas maiores obras viárias de Cuiabá são hoje a Avenida Miguel Sutil e a Avenida das Torres, “e agora nos preparamos para entregar uma terceira igualmente importante, o Rodoanel”.

Na sua palestra, enquanto exibia vídeos, Chico Galindo informou que Cuiabá comporta atualmente milhares de terrenos baldios na área urbana, cujos propriet ários – observou – parecem desinteressados em acatar as diretrizes que o Município estabelece para esse caso.

“Mas vamos agir com rigor.

Registramos hoje 41 mil terrenos baldios em Cuiabá, e isso vai ser regularizado, sim, além de outros problemas que atrapalham o desenvolvimento da Capital.

O novo zoneamento permite, por exemplo, a Transferência do Potencial Construtivo.

Os bairros Araés, Dom Aquino e Baú constam entre os que podem receber esse projeto”.

Já o presidente do Creci/MT, Rui Pinheiro, fez uma retrospectiva dos tempos embrionários da profissão de corretor (“Avanços da classe imobiliarista”).

Disse que o seminário é focado nos profissionais e acadêmicos do setor imobiliário e construtivo, “e vamos estabelecer uma carta imobiliária”.

Neste documento, detalha, constará reivindicações, projetos e metas para a área imobiliária.

Os organizadores do seminário também convidaram membros da Agecopa para proceder esclareci mentos técnicos acerca das mudanças estruturais que Cuiabá terá para receber parte dos jogos do maior certame mundial.

Para o professor Carlos Alberto Lúcio da Silva, diretor do Creci/MT, “a realização do seminário é uma oportunidade importante para uma análise profunda do setor na atualidade, oportunizando projeções para o futuro, no contexto dos investimentos públicos e privados, e na absorção e oferta de mão de obra especializada, ou não”.

* Agência Trabalhista de Notícias com informações do Portal O Documento