Prefeito de Juiz de Fora acompanha trabalho de mapeamento digital

PTB Notícias 25/06/2007, 10:09


O prefeito de Juiz de Fora (PTB/MG) Alberto Bejani, juntamente com a equipe técnica ligada ao Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal aos Municípios Brasileiros (PNAFM), da Secretaria de Planejamento e Gestão Estratégica, visitou esta semana as aeronaves que estão sobrevoando a cidade para realizar o mapeamento digital do município.

O trabalho está sendo realizado pela empresa Esteio Engenharia e Aerolevantamentos S.

A.

, de Curitiba (PR).

Juiz de Fora é o primeiro município do país a ser totalmente fotografado por câmera digital.

A maioria dos vôos já foi realizada.

As fotos em escala de 1:30.

000, que cobrem toda a cidade, incluindo a área rural, já foram finalizadas.

Já as fotos em escala de 1:8.

000, da área urbana do município, estão 85% concluídas.

Entre os objetivos do trabalho de mapeamento digital, podem ser citados a modernização administrativa e a atualização do cadastro municipal, o que possibilitará, dentro de suas múltiplas finalidades, o aumento da base de arrecadação municipal.

A meta é identificar os contribuintes que não estão devidamente cadastrados, corrigindo os dados e permitindo maior justiça fiscal.

“Pretendemos acrescer em torno de 30% a arrecadação do IPTU no município”, declarou o prefeito Alberto Bejani, apostando na finalização do trabalho bruto em um período de dez dias.

“Em meados de agosto deste ano, todo este levantamento deverá ser entregue à Prefeitura”, prevê.

O trabalho que vem sendo realizado é de fundamental importância para o desenvolvimento do município, uma vez que permitirá a elaboração de estudos para a atualização do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) de Juiz de Fora, que contará com mapas atuais e dados altamente consistentes.

Com isto, será possível a detecção de áreas de preservação ambiental, o cadastramento da comunidade rural da cidade e o levantamento de áreas carentes de serviços de educação e saúde.

Também haverá condições de se localizar pontos que mereçam intervenções no trânsito, por meio de uma eficiente orientação viária, além de se obter maior eficiência na execução de intervenções urbanas, como obras, saneamento, entre outros.

O levantamento aerofotogramétrico da área urbana será feito em escala de 1:8.

000, sendo possível a restituição para até 1:2.

000, ou seja, o mapeamento será bem detalhado para as diversas finalidades propostas.

Já na área rural, a fotografia aérea será na escala de 1:30.

000, podendo ser feita uma restituição para até 1:10.

000, uma vez que o nível de detalhamento já não é tão necessário.

É importante ressaltar que o sistema digital utilizado pela empresa Esteio é um dos mais modernos utilizados no país, de alta precisão e com rastreamento a laser.

Segundo o secretário de Planejamento e Gestão Estratégica, José Maurício Gomes, o último mapeamento da cidade feito com finalidade semelhante foi realizado na década de 1980, de forma bastante ultrapassada.

Há pouco mais de um mês, em 15 de maio, o prefeito Alberto Bejani assinou o contrato de R$ 4.

596.

000 com a Esteio para realização do mapeamento digital do município.

Este trabalho faz parte do PNAFM, que está recebendo um investimento de R$ 13.

780.

000.

Deste montante, 60% serão provenientes de repasse do Governo federal, através do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e 40% serão contrapartida da Prefeitura.

Por meio de um Convênio de Cooperação Mútua, envolvendo a Gettran e a Cesama, foi firmado apoio às ações da Prefeitura neste empreendimento, uma vez que o resultado do trabalho de mapeamento digital da cidade será extremamente útil para todos os órgãos da Prefeitura.

A Cesama irá contribuir com R$ 1.

072.

000 e a Gettran, com R$ 300 mil, recursos que serão incluídos na contrapartida da Prefeitura.

Nesta semana, foi firmado mais um contrato, desta vez, com o Centro de Pesquisas Sociais da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), no valor de R$ 400 mil, para complementação das ações do mapeamento digital.

Será desenvolvido um trabalho de campo para verificação dos detalhes novos fotografados.

Cerca de cem estagiários da UFJF serão contratados para a conferência do trabalho.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações da Prefeitura de Juiz de Fora)