Prefeito de Londrina entrega Residencial Cancun para 128 famílias

PTB Notícias 18/02/2009, 11:11


O prefeito de Londrina (PR), José Roque Neto, o presidente da Companhia de Habitação (Cohab) de Londrina, Carlos Eduardo de Afonseca e Silva e o superintendente da Caixa Econômica Federal, Roberto Luiz Bachmann, entregaram no sábado (14/02) as chaves de 128 apartamentos do Residencial Cancun (região norte).

A solenidade contou com a presença do deputado federal Alex Canziani (PTB); e dos vereadores Rony dos Santos Alves (PTB); Roberto Fortini (PTC); Lenir Cândida de Assis (PT); Eloir Valença (PT); secretários municipais e familiares dos mutuários.

Padre Roque desejou felicidade aos moradores do residencial, lembrando que o sonho da casa própria está intimamente ligado à melhoria da qualidade de vida das famílias.

Ele lembrou aos presentes que a obra foi iniciada na gestão do prefeito Nedson Micheleti, e agradeceu a parceria com a Caixa Econômica Federal, aos funcionários da Cohab e a todos os que trabalharam na obra, afirmando que já está preparando nova ida a Brasília em busca de mais recursos para habitação.

O prefeito descerrou a placa de inauguração, visitou o apartamento do casal Alessandro Ribeiro e Jéssica Marques Pedroso, e ainda entregou as chaves de outro apartamento para o casal Ronaldo Amaro de Souza e Gizeli Nogueira Marques.

A inauguração foi marcada por uma performance musical do prefeito Padre Roque, que cantou duas canções, acompanhado pela Banda de Músicos de Londrina e por um coral improvisado pelos presentes ao evento.

O deputado federal Alex Canziani (PTB) também lembrou a importância do momento para as famílias dos mutuários, e afirmou que convocará os demais deputados federais de Londrina para a conquista de novos recursos em Brasília.

“O presidente Lula anunciou recentemente que teremos recursos em todo o Brasil para a construção de mais de 500 mil moradias.

Nós vamos brigar por parte dessas casas para Londrina e, tenham certeza, em breve já teremos novidades”, garantiu o deputado.

A obra do Residencial Cancun contou com recursos da ordem de R$ 4,3 milhões, oriundos do Programa de Arrendamento Residencial (PAR), do Ministério das Cidades, que atende famílias que recebem até seis salários mínimos por mês.

A contrapartida da prefeitura foi a doação do terreno, onde foi construído o empreendimento composto por 16 blocos, com oito apartamentos de 52 m² cada.

Segundo o presidente da Cohab, Carlos Eduardo de Afonseca e Silva, os residenciais construídos em parceria com a Caixa Econômica Federal possuem estacionamento, playground, salão de festas com duas churrasqueiras, além da quadra de esportes.

Cada mutuário irá pagar o valor mensal de R$ 250,00 durante 15 anos, após o que terão direito à escritura definitiva do imóvel.

Agência Trabalhista de Notícias (com informações do Jornal União)