Prefeito de São Caetano oferece bolsas de estudos para universitários

PTB Notícias 26/03/2007, 15:25


A Prefeitura de São Caetano do Sul segue com sua política de incentivo à educação superior.

Após trazer para a cidade sua primeira faculdade pública, a Fatec, o prefeito José Auricchio Júnior assinou esta semana um decreto estendendo o programa de bolsa de estudos da cidade aos alunos do 1.

º ano da Universidade Municipal de São Caetano do Sul (IMES).

“A extensão da bolsa de estudos para os alunos de 1.

º ano da Universidade IMES era uma reivindicação antiga dos sancaetanenses.

Por isso, nós fizemos um grande esforço para ampliar esse benefício para os novos estudantes”, explicou o prefeito Auricchio.

“Nós queremos oferecer o maior número possível de auxílios-educacionais para os moradores que cursam o ensino superior.

“, disse o prefeito petebista.

Auricchio lembrou que a Administração investe em educação cerca de 35% do orçamento da cidade.

“A Prefeitura não mede esforços para garantir uma educação de qualidade em todos os níveis, para que os moradores de São Caetano sejam atendidos com excelência desde o berçário até o Ensino Superior”, destacou o prefeito.

As bolsas de estudo fazem parte do Graduar (Programa Municipal de Acesso ao Ensino Superior), que em 2006 concedeu benefícios a mais de 2,2 mil estudantes.

Para atingir um número cada vez maior de estudantes, a Administração oferece auxílios-educacionais para alunos das faculdades de São Caetano e também para munícipes que estudam em outras cidades, em cursos não-disponíveis nas instituições sancaetanenses.

“Nosso programa de bolsas de estudo foi expandido nos últimos dois anos, o que aumentou sua abrangência.

Desta forma, o acesso ao ensino superior se tornou muito mais democrático em São Caetano”, observou a diretora da Educação, Magali Aparecida Selva Pinto.

Ela lembrou que a instalação da Fatec na cidade foi outra conquista para os universitários sancaetanenses.

O critério para a concessão de auxílio-educacional de até 25% da mensalidade para alunos do 1.

º ano da Universidade IMES será sócio-econômico.

A partir do 2.

º ano, a bolsa de estudos pode chegar a 100% da mensalidade e seguirá critérios sócio-econômicos e de aproveitamento acadêmico do estudante no ano anterior.

Em troca dos benefícios, os universitários poderão ser chamados a prestar serviços públicos.

As inscrições para as bolsas de estudo da Universidade IMES, o Instituto Mauá de Tecnologia e da Faculdade Paulista de Serviço Social serão abertas nas próximas semanas.

As datas e os locais para a solicitação do auxílio-educacional serão divulgados pela Diretoria da Educação de São Caetano.

fonte: site da Prefeitura Municipal de São Caetano (SP)