Prefeito de Teresina, Elmano Férrer, empossa novos conselheiros de turismo

PTB Notícias 1/03/2012, 11:18


A cidade de Teresina conta com novo Conselho Municipal de Turismo – COMTUR que é composto por 17 membros, representantes de órgãos públicos e da iniciativa privada e que tem como presidente Alexandre Magalhães, secretário municipal da Semdec.

O prefeito Elmano (PTB) que deu posse aos conselheiros em solenidade na última quarta-feira, 29/02/2012, no complexo Mirante Ponte Estaiada que em um ano de funcionamento recebeu 145 mil visitantes.

“A cidade tem que oferecer o melhor para os moradores e para os visitantes e esse conselho tem a missão de pensar ações para o turismo.

O que todos nós queremos é que Teresina seja mais bonita, agradável e acolhedora”, disse o prefeito.

Para Alexandre Magalhães, presidente do COMTUR e secretário da Semdec, Teresina tem conquistado melhorias significativas.

“Com esse conselho iremos melhorar significativamente as ações de turismo em Teresina”, diz comentando que o Complexo do Mirante Ponte Estaiada é o mais novo ponto turístico da cidade e já foi cenário para três novelas de televisão.

O COMTUR tem como objetivo estabelecer diretrizes para a formulação e execução da Política Municipal de Turismo, com base no turismo sustentável.

O Conselho foi criado no ano passado, através da Lei nº 4.

191/2011 que reformula o Conselho Municipal de Turismo, constituindo como órgão colegiado de caráter deliberativo, consultivo, de assessoramento e fiscalização, que tem como objetivo estabelecer diretrizes para formulação e execução da Política Municipal de Turismo, com funções de planejar, fiscalizar, programar e promover o desenvolvimento de atividades turísticas.

Outra ação para o fortalecimento da atividade foi a criação do Fundo Municipal de Turismo (FUMTUR).

O FUMTUR foi criado para a obtenção e aplicação de recursos exclusivamente para o setor de turismo em Teresina, através da Lei nº 4.

183/2011, com proposta de criação da lei encaminhada pela própria Semdec.

Dentre as formas de captação, além de recursos orçamentários, destacam-se a possibilidade de doações, convênios, receitas de venda de material promocional, de eventos e de visitação de espaços turísticos, a exemplo da taxa cobrada para ingresso no Mirante da Ponte Estaiada.

Tais recursos, a serem geridos pela Semdec, poderão ser aplicados em obras de infraestrutura, ações e projetos importantes, em especial os elencados pelo Plano Municipal de Desenvolvimento do Turismo Sustentável (PDTIS) de Teresina, elaborado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

“Teresina segue um bom exemplo de outras capitais do Brasil que já criaram conselhos e fundos municipais de turismo, o que é de extrema importância para o desenvolvimento do setor, o que irá facilitar a concretização de obras relevantes e melhor desenvolvimento do turismo na capital”, avalia o Secretário da Semdec, Alexandre Magalhães.

Além da Semdec, os conselheiros representam também as seguintes instituições: Secretaria Municipal de Planejamento e Coordenação (Semplan), Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Semel), Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves (FCMC), Secretaria Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Secretaria de Turismo do Estado do Piauí (Setur), Câmara Municipal de Teresina, Associação Brasileira da Indústria de Hoteis do Estado do Piauí (ABIH/PI), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL/PI), Associação Piauiense das Empresas Organizadoras de Eventos (APOE), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Piauí (Sebrae/PI), Serviços dos Hoteis, Bares e Restaurantes e Similares do Piauí (SINHORES/PI), Associação Teresina Convention & Visitors Bureau (TC & VB), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Piauí (SENAC/PI) e Sindicato dos Guias de Turismo (SINGTUR).

Ivana Souza, Agência Trabalhista de Notícias, com informações da assessoria de imprensa do prefeito Elmano Férrer