Prefeito Elmano Férrer assina contrato com artesãos para Inart

PTB Notícias 24/06/2011, 7:19


O prefeito de Teresina (PI), Elmano Férrer (PTB) assinou na última quarta-feira, 22/06, no Salão Nobre do Palácio da Cidade, o contrato para a inclusão de mais dez novos artesãos na Incubadora de Artesanato Artístico de Teresina – Inart.

O projeto é desenvolvido pela Prefeitura de Teresina, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec).

A partir de agora, os artesãos terão o prazo de 24 meses para constituírem o projeto de suas empresas.

Durante esse período, a incubadora vai oferecer serviços de apoio técnico com consultores contratados para assessorar os empreendedores, além de formar um banco de profissionais para implementar as ações voltadas para os empreendedores e empresas incubadas.

“Estamos trabalhando para que todos os artesãos recebam a atenção merecida.

Eles serão capacitados e vamos criar todas as condições adequadas para comercialização de seus produtos gerando riqueza e renda tanto para eles como para a nossa cidade”, destacou o prefeito Elmano Férrer.

Para Mary Célia, uma das artesãs selecionadas, participar da incubadora contribui para o aprimoramento profissional.

“Há três anos trabalho com a customização do mobiliário do mercado central e vi no edital da Inart a oportunidade de aperfeiçoar minhas técnicas nos negócios, já que vamos passar por várias consultorias e treinamentos”, explicou.

O projeto é responsável por apoiar a criação e o fortalecimento de novos negócios na área do artesanato artístico que inclui cerâmica, madeira, reciclável, grafitagem, mosaico, bordados, biscuit e tecido.

O resultado foi divulgado no último dia 13 e os artesãos foram analisados por um comitê técnico obedecendo os critérios de seleção estabelecidos no edital pelo Conselho Gestor da Incubadora.

“A assinatura desse contrato é um passo importante para a incubação desses empreendimentos.

Estamos abrindo mais dez vagas para apoiar e capacitar esses artesãos que terão condições de competitividade no mercado de trabalho”, finalizou Alexandre Magalhães, Secretário da Semdec.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal 180 Graus