Prefeito Fábio participa de Audiência Pública sobre revisão de divisas

PTB Notícias 3/05/2016, 6:54


Na última semana, o prefeito de Campo Verde (MT), Fábio Schroeter (PTB), participou, em Cuiabá, de uma Audiência Pública promovida pela Assembleia Legislativa onde foi discutida a revisão das divisas do município com Chapada dos Guimarães.

De acordo com Fábio, a revisão está sendo feita com base em estudo realizado pela Secretaria Estadual de Planejamento e visa adequar as divisas e corrigir falhas que criaram situações que dificultam a vida dos moradores de comunidades que estão distante das sedes dos municípios a que pertencem.

No caso específico entre Campo Verde e Chapada dos Guimarães, os exemplos são as comunidades da Mata Grande, da Ponte Alta e da Serrinha.

“Essa população é atendida pelo nosso município em saúde, educação, enfim, uma série de serviços.

E é um desejo, é um anseio dessa população, de pertencer ao município de Campo Verde”, disse o prefeito Fábio Schroeter.

De acordo com o prefeito Fábio Schroeter, a proposta apresentada pela Secretaria Estadual de Planejamento prevê que essas comunidades passem a pertencer a Campo Verde.

“A SEPLAN apresentou todo um estudo que foi feito, todo um trabalho, e fez uma proposta nessa audiência.

E nessa proposta as comunidades de Mata Grande, Ponte Alta e uma parte da Serrinha passariam a pertencer a Campo Verde”, informou.

Durante a Audiência Pública, o prefeito Fábio e o prefeito de Chapada dos Guimarães Lizu Koberstain apresentaram seus pontos de vista sobre a proposta e defenderam seus interesses enquanto gestores.

Os trabalhos, conforme informou Fábio, terão continuidade e a aprovação da anexação ou não dessas comunidades por Campo Verde, será votada pela Assembleia Legislativa.

Com a anexação, de acordo com o prefeito Fábio, Campo Verde continuará ofertando os serviços a essas comunidades, mas será recompensado por isso, o que não acontece agora.

“Acho que é uma questão de justiça para com o Município, mas acima de tudo – e acho que é o mais importante – vai ser melhor para as pessoas que moram nessas localidades, que vivem ali e que no dia a dia tem o suporte do Município de Campo Verde e vêm a Campo Verde também para comprar no comércio, pra buscar atendimento de diversos serviços.

Eu acho que vai ser um ganho principalmente para a população”, disse.

Agência Trabalhista de Notícias (LL), com informações da Prefeitura Municipal de Campo Verde (MT) Foto:Divulgação/PCV