Prefeito Fábio Tyrone se reúne com Barraqueiros do município de Sousa

PTB Notícias 20/12/2011, 8:02


O prefeito de Sousa, Fábio Tyrone (PTB), teve reunião com os proprietários de comércio ambulante da cidade, que na última semana foram surpreendidos com uma decisão da Justiça local, que determina a retirada em um praso de 10 dias, de todos os barracos das ruas do Município.

Na reunião, que teve um comparecimento maciço de comerciantes, o Prefeito Tyrone deixou claro o seu respeito pela Justiça, mas ressaltou a situação especial dos comerciantes de Sousa, que em alguns casos tem comércio há mais de 30 anos, não tendo outra fonte de renda.

“Temos um respeito absoluto por nossa Justiça, e dentro de regras do próprio direito, podemos discutir de forma muito serena uma solução que possa atender ao que determina a lei, sem que com isso tenhamos que causar um colapso social nesses comerciantes, que tiram seu sustento e de suas famílias da comercialização de produtos e serviços em seus pontos”.

Declarou.

A boa notícia trazida pelo Deputado Estadual e atual Chefe de Governo Lindolfo Pires, é que está previsto para o próximo dia 27 de dezembro a vinda do Governador Ricardo Coutinho, que fará a assinatura de um convênio com a Prefeitura de Sousa na ordem de 4,2 milhões, que possibilitará a reforma e ampliação do mercado público, abrigando 257 lojas, para atender não só os comerciantes que já tem seus boxes lá, mas uma grande parte dos barraqueiros do centro.

Para atender as necessidades de retirada dos barracos, a Prefeitura elaborou uma gama de projetos, que em grande parte já foram licitados, e estão em fase de início de obras.

Fábio Tyrone destacou ainda que o Município já iniciou a retirada de vários barracos, como no caso do Perímetro Irrigado de São Gonçalo, onde a Prefeitura com a construção de uma nova praça, pôde fazer a retirada de todos os comércios irregulares, e lembrou que várias outras praças foram (e estão sendo construídas) para abrigar barraqueiros.

O Procurador Geral do Município Fernando Botelho, informou aos presentes que no caso de insucesso na audiência que acontecerá no dia 11 de janeiro, a Prefeitura entrará com um agravo de instrumento junto ao Tribunal de Justiça.

Agência Trabalhista de Notícias (LL) com informações do Portal da Prefeitura de Sousa